PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Marllon celebra primeira sequência de jogos como titular do Corinthians

22/10/2020 17h17

A vitória do Corinthians sobre o Vasco na noite da última quarta-feira ainda repercute. O placar de 2 a 1, em São Januário, serviu para afastar o time da zona de rebaixamento do Brasileirão-2020 e também para alguns jogadores alcançarem marcas individuais, como foi o caso de Marllon, que mais uma vez foi titular e conseguiu sua primeira sequência com a camisa do Timão.

Desde 2018, quando foi contratado pelo Corinthians, após passagem pela Ponte Preta, o zagueiro nunca havia conseguido atuar como titular em duas partidas consecutivas pelo clube. Aliás, isso não aconteceu nem somando os jogos em que entrou durante os 90 minutos, já que todas as vezes que ele sempre foi a campo entre os 11 iniciais, até entrar diante do Athletico-PR.

Na Arena da Baixada, Marllon precisou ser utilizado de forma emergencial, já que Bruno Méndez foi expulso. No duelo seguinte foi ele o escolhido para ser o titular em substituição ao uruguaio. A goleada por 5 a 1 para o Flamengo, porém, não foi motivo para Vagner Mancini tirar o zagueiro brasileiro da titularidade, mesmo com o companheiro voltando de suspensão.

- Sou muito grato a Deus, as coisas no futebol acontecem muito rápido, muito feliz pela primeira sequência que eu estou tendo com a camisa do Corinthians. Agradeço toda a diretoria a comissão técnica pela confiança. Agora é trabalhar, dar sequência para que mais vitórias possam vir - disse Marllon à TV do Timão.

O zagueiro acabou fazendo uma partida segura, principalmente no jogo aéreo defensivo, motivo pelo qual Mancini escolheu Marllon e não Bruno Méndez para o time titular. O treinador esclareceu a preferência em entrevista coletiva após a vitória por 2 a 1 sobre o Vasco, na última quarta-feira, em São Januário.

- Sobre o Marllon, é uma aposta do que vi durante os jogos. Foi uma grande partida do Marllon junto com o Gil, o sistema defensivo se portou bem até mesmo com a entrada do Fábio Santos. Sei da importância do Bruno Méndez na equipe, no elenco, e eu tinha a opção de entrar com um ou outro, e o treinador sempre vai ter essa opção. A minha opção foi por aquilo que vi no dia a dia, acho que acertei, a dupla de zaga foi muito bem no jogo aéreo, mas também por baixo, marcando um atleta difícil que é o Ribamar, que é um jogador forte, tem jogo aéreo, eles se saíram muito bem - explicou Mancini.

A tendência é que Marllon permaneça na equipe titular para a partida diante do América-MG, na próxima quarta-feira, às 21h30, na Neo Química Arena, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, o Corinthians folga e volta a treinar nesta sexta-feira em dois períodos.

Futebol