PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Odair Hellmann lamenta queda do Flu na Sula, mas celebra produção

18/02/2020 22h43

Na noite desta terça-feira, o empate do Fluminense sem gols com o Unión La Calera, no Chile, acabou eliminando os brasileiros da Conmebol Sul-Americana. Em entrevista coletiva após a partida, Odair Hellmann lamentou a queda na competição internacional, mas celebrou a produção crescente da equipe, comparando os 180 minutos diante dos chilenos.

- Infelizmente nos 180 minutos não conseguimos a classificação, mas acho que produzimos um jogo melhor tanto no Maracanã como aqui. Tivemos mais chances criadas, mais posse de bola, maior número de passes, mas a bola na rede, que é o que define, não conseguimos fora de casa. Foram poucas finalizações porque na parte final precisamos evoluir. Nesse momento é difícil dizer isso, desclassificado, mas merecíamos situação melhor pelos dois confrontos. Mas o futebol não tem justiça, tem que colocar a bola para dentro para passar - afirmou o treinador, completando:

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR E SIMULAR A TABELA DA COMPETIÇÃO

- Eles têm uma facilidade para jogar de maneiras diferentes. Não é desculpa, o campo foi igual aqui e lá, para os dois. Quem é mandante e conhece esse campo, facilita aqui, proporciona facilidade para o jogo que eles fazem em casa: linhas baixas, marcação forte e ligação direta nas costas da defesa. O resultado de lá proporcionou isso. Para criar a situação final, nós falhamos, porque a bola subia mais, estava atrasada, não temos esse timing. Aqui, para criar, se o La Calera precisasse criar, o jogo seria totalmente diferente e mais fácil para nós. Precisamos melhorar isso para jogar contra equipes que baixem a marcação.

O Fluminense volta a campo somente no dia 26 de fevereiro, uma quarta-feira, para enfrentar o Moto Club-MA pela primeira fase da Copa do Brasil. O Unión La Calera segue para a segunda fase da Sul-Americana, que será definida em sorteio e antecede as oitavas de final. Odair Hellmann finalizou comentando sobre a sequência do trabalho na temporada.

- Está todo mundo muito dolorido, muito chateado. Era o nosso objetivo e está todo muito triste por não ter conseguido, mas temos que retomar o mais rápido possível porque temos outras competições. Chamo a atenção para outra bem parecida com essa, que é a Copa do Brasil, onde já temos jogo na próxima semana. Vai doer porque estamos criando uma identidade de buscar vitórias no elenco, comissão, diretoria... Não deu nessa, dói nos próximos dias mas precisamos trabalhar para buscar os próximos objetivos - finalizou.

Futebol