PUBLICIDADE
Topo

Bragantino conquista acesso com campanha superior à de grandes na Série B

Com apoio da Red Bull, time de Bragança Paulista mostrou força e voltou à primeira divisão nacional - Ari Ferreira/Bragantino
Com apoio da Red Bull, time de Bragança Paulista mostrou força e voltou à primeira divisão nacional Imagem: Ari Ferreira/Bragantino

06/11/2019 09h02

Classificação e Jogos

Quase duas décadas depois, repaginado, com investidores, o Bragantino está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Ao vencer o Guarani por 3 a 1 nessa terça-feira, a equipe conseguiu o acesso com cinco rodadas de antecedência. E com muito mérito.

Com 65 pontos em 33 jogos, a campanha do clube apoiado pela Red Bull na Série B supera inclusive a dos dois últimos grandes que passaram por lá. Em 2016, nessa altura da competição, o Vasco tinha apenas 58 pontos. Já o Internacional, em 2017, somente 62. A marca é igual a do Botafogo, em 2015, porém, na época, o time precisou de mais duas partidas para confirmar a volta.

O Bragantino figurou entre os primeiros colocados desde a primeira rodada, quando estreou com vitória fora de casa sobre o Brasil de Pelotas por 1 a 0. A liderança foi alcançada no sétimo jogo, não a perdendo mais.

Dono do melhor ataque da competição com 56 gols, o Braga tem também a melhor defesa, com apenas 23 gols sofridos. Ofensivamente, destaque para Claudinho, segundo jogador com mais participações diretas em gols, 18, sendo 10 assistências (maior garçom) e oito bolas na rede. O camisa 10 é ainda o maior driblador da competição, com 45 acertos (81,8% de aproveitamento no fundamento) e o que mais dá passes para finalização, 85, segundo o Footstats.

O jogo coletivo, no entanto, é a principal arma. O time é o que mais troca passes (14.629) e com a maior precisão (90,8%). Além disso, é disparado o que mais faz inversões de jogo (198), uma característica da equipe. E as faz de forma objetiva. A equipe lidera o ranking de finalizações (564), de conclusões através de passe (379), de gols com assistências (36) e é o segundo em cruzamentos (940) e dribles (245). Um volume ofensivo que chama a atenção.

Outro dado interessante do Bragantino nessa campanha é o de desarmes. Apesar de ter a maior média de posse de bola da Série B, com 58%, é o segundo com mais roubos de bola certo na competição, ficando atrás apenas do Sport, que também faz uma grande temporada. Individualmente, o lateral Aderlan é o principal destaque no quesito, com 63. Claudinho - novamente ele - é o segundo, com 54. Jogando muitas vezes com as linhas avançadas, fazendo uma pressão alta, os zagueiros Ligger (50) e Léo Ortiz (48), vêm na sequência.

Um retorno justificado dentro do campo e corroborado pelos números. Antes mesmo que 2019 termine, o Bragantino já promete ser uma das grandes atrações de 2020.

Presidente do Bragantino fala da parceria com a Red Bull

Band Sports