Topo

Futebol


VAR para o Brasil, que empata com a Venezuela e adia vaga às quartas

18/06/2019 23h41

Na Arena Fonte Nova, na noite desta terça-feira, em Salvador (BA), o Brasil ficou no empate em 0 a 0 com a Venezuela, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América. Os comandados de Tite chegaram a fazer três gols nesta partida, mas todos foram anulados pela arbitragem - dois com o auxílio do árbitro de vídeo. O resultado fez a Seleção Brasileira adiar a classificação às quartas de final da competição, chegando, inclusive, com risco de ficar fora caso perca no último jogo da fase e tenha uma combinação de resultados desfavoráveis.

Com o resultado, o Brasil ficou com quatro pontos, na liderança do Grupo A. A Venezuela, com dois, ficou na terceira colocação. As seleções voltam a campo no sábado, às 16h, pela última rodada da primeira fase da competição - enquanto o Brasil enfrenta o Peru, na Arena Corinthians, a Venezuela pega a Bolívia, no Mineirão. Os comandados de Tite precisarão vencer este jogo final para garantir a vaga às quartas de final sem depender de uma combinação - vale lembrar que se classificam os dois primeiros e os dois melhores terceiros colocados.

MELHOR DO QUE NA ESTREIA

Depois do nervosismo no primeiro tempo do jogo de estreia na Copa América, na última sexta-feira, o Brasil começou melhor a etapa inicial deste segundo confronto na competição. Apesar de a Venezuela também ser superior em comparação com a Bolívia, adversária brasileira do jogo inicial, o goleiro Alisson teve pouco trabalho no primeiro tempo, com exceção em contra-ataques - como aos 18, quando Rondón tirou tinta do gol do Brasil. Os comandados de Tite chegariam com perigo com Richarlison, David Neres e Roberto Firmino - mas apenas o último chegou a marcar, aos 37 minutos, bem anulado pela arbitragem por conta de falta de ataque.

BRASIL AVANÇA... ATÉ O VAR PARAR!

Na volta do segundo tempo, apesar de o técnico Tite não ter feito as melhores escolhas nas substituições, o Brasil avançou mais ao ataque, pegando uma Venezuela mais aberta, e até cansada pelos bons 45 minutos iniciais. Aos 11, Gabriel Jesus levou perigo, chegando a fazer seu gol quatro minutos mais tarde - porém, anulado, corretamente, pelo árbitro Julio Bascuñan depois do auxílio do vídeo, por conta de impedimento. Arthur, um dos melhores jogadores do Brasil em campo neste jogo, também levaria perigo pouco depois.

VAIAS E EMOÇÃO ATÉ O FIM

Os quase 40 mil torcedores que foram até a Fonte Nova acompanhar a Seleção Brasileira começavam a ficar impacientes - com certa razão - pelo empate que se persistia diante da Venezuela, e iniciavam vaias aos jogadores do Brasil em campo. No fim, aos 41, Philippe Coutinho faria o gol da vitória brasileira após linda jogada de Everton, mas novamente anulado pelo árbitro com o auxílio do vídeo - corretamente, mais uma vez. O que foi, inclusive, o quarto gol sofrido pela Venezuela, anulado pelo VAR nesta Copa América. O jogo correu até aos 55 minutos, mas de nada adiantou. Terminou como começou, empate em 0 a 0 e risco para o Brasil que pode ficar fora do mata-mata da competição.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 0 X 0 VENEZUELA

Estádio: Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data/hora: 18/6/2019 - 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Julio Bascuñan (CHI) - Nota LANCE!: 7,0 (em um jogo cheio de polêmicas do VAR, acertou nas decisões importantes, não influenciando no resultado)

Assistentes: Christian Schiemann e Claudio Rios (ambos do CHI)

Árbitro de vídeo: Roberto Tobar (CHI)

Público/renda: 39.622 pagantes/R$ 8.734.480,00

Cartões amarelos: Casemiro (BRA) e Murillo, Figuera (VEN)

Cartão vermelho: -

GOL: -

?

?BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro (Fernandinho 12'/2ºT), Arthur e Philippe Coutinho; David Neres (Everton 26'/2ºT), Richarlison (Gabriel Jesus intervalo) e Roberto Firmino. Técnico: Tite.

VENEZUELA: Fariñez, Rosales, Osorio, Villanueva e Hernández; Moreno, Herrera (Soteldo 20'/2ºT) e Rincón; Machís (Figuera 30'/2ºT), Rondón (Josef Martínez 40'/2ºT) e Murillo. Técnico: Rafael Dudamel.

Futebol