Topo

Futebol


Técnico da Bolívia diz que equipe 'desmoronou' após pênalti com VAR

15/06/2019 00h58

Depois de um primeiro tempo em que conseguiu anular as ações ofensivas da Seleção Brasileira, a Bolívia "desmoronou", no início do segundo tempo, com o pênalti apontado pelo árbitro argentino Nestor Pitana, nas palavras do treinador Eduardo Villegas. Para o treinador o momento foi determinante negativamente para sua equipe na derrota por 3 a 0, nesta sexta-feira, no Morumbi, no jogo de abertura da Copa América.

- Temos que resumir o jogo em dois tempos. A Bolívia tentou equilibrar as forças, tentou ter posse de bola, chegar ao gol do rival no primeiro tempo. No segundo tempo creio que começamos bem, mas nos encontramos com uma jogada desafortunada que normalmente, se marcam pênalti, não há reclamação. Mas pela forma como se deu, pelo VAR, minha equipe desmoronou. Me parece que foi pênalti, não estou criticando, mas aí o Brasil se consolidou no jogo e terminou como terminou - analisou Villegas.

O treinador elogiou o desempenho da equipe na primeira etapa e considerou o saldo positivo, mesmo diante do resultado desfavorável.

- No primeiro tempo os jogadores responderam bastante bem. Quando recuperamos a bola, tivemos um par de ocasiões importantes que nos deixam um saldo positivo. Havia dito antes do jogo que, se pudéssemos fazer por alguns minutos um bom jogo, com bom futebol, poderíamos acreditar em evolução da equipe.

O próximo compromisso da seleção boliviana será no Rio de Janeiro. Na próxima terça, às 18h30, a equipe comandada por Villegas enfrenta o Peru, no Maracanã, em busca da recuperação no Grupo A.

Futebol