PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Quem mais dribla e o mais caçado: Dudu já lidera estatísticas do Paulistão

Dudu comemora gol do Palmeiras contra o Bragantino - Ale Cabral/AGIF
Dudu comemora gol do Palmeiras contra o Bragantino Imagem: Ale Cabral/AGIF

17/02/2019 09h23

A temporada de 2019 foi aquela em que Dudu levou mais tempo para marcar seu primeiro gol no Palmeiras, mas mesmo assim o camisa 7 mantém seu protagonismo na equipe.

Único titular em todas as partidas até aqui, ele deve também começar jogando contra a Ferroviária, neste domingo, às 17h, pela sétima rodada do Paulista. Chance para ampliar seus bons números no Estadual.

Leia também:

De acordo com o Footstats, ninguém no campeonato dribla tanto quanto o camisa 7 (15 fintas até aqui, sendo 12 certas), nem sofre tantas faltas quanto ele (foram 25 em seis jogos, com média de 4,2 por partida). O estilo de jogo palmeirense aproveita bastante as jogadas individuais, tanto que a equipe é também a que mais dribla neste início de torneio.

"Nosso time é um time que dribla. Temos jogadores leves na frente. Isso é normal de jogo. Quem tem que tomar os cuidados é a arbitragem, para proteger mais os jogadores. Não só a gente na frente, mas outras equipes, também, quando fizermos faltas fortes. Temos de ter o máximo de cuidado", contou Dudu, na sexta.

Na campanha do título brasileiro de 2018, o atacante foi o principal garçom do campeonato, com 14 passes para gol. Em 2019, ele ainda não deu nenhuma assistência direta, mas é o palmeirense que mais cria chances para finalizações de companheiros: 13 em seis jogos. Gustavo Scarpa é o mais próximo no quesito, com nove.

Ídolo palmeirense, Dudu é considerado o ponto de equilíbrio da equipe para Luiz Felipe Scolari. É por isso que o técnico não abre mão de usá-lo como titular, mesmo aplicando rodízio com o restante do grupo. Contando a reta final do Brasileiro e este início de Paulista, serão 12 partidas seguidas como titular (cinco em 2018 mais as sete de 2019).

Craque do último brasileiro, o camisa 7 decidiu ficar no clube em que já conquistou três títulos nacionais, apesar das sondagens do exterior. De contrato renovado, Dudu começa a ganhar espaço, inclusive, além do futebol.

Em dezembro, havia sido capa da revista Forbes, como um dos talentos do Brasil com menos de 30 anos. Agora, realizou um ensaio fotográfico para a revista Poder. Ele é o destaque da edição deste mês.

Esporte