PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Hoje no São Caetano, Rafael Marques reencontrará Palmeiras: "Emocionante"

Rafael Marques em ação com a camisa do Palmeiras - MARCELLO FIM/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Rafael Marques em ação com a camisa do Palmeiras Imagem: MARCELLO FIM/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

26/01/2019 11h54

Neste domingo, às 19h, no estádio Anacleto Campanella, Rafael Marques terá um compromisso que espera ser emocionante. O atacante, hoje com 35 anos, acertou com o São Caetano para disputar o Campeonato Paulista e terá pela frente o Palmeiras, clube em que acumulou títulos recentemente.

"A expectativa é grande, pois foi onde vivi o meu melhor momento no futebol brasileiro. Tive muitas conquistas e tenho carinho pelo time. Creio que vai ser emocionante reencontrar o Palmeiras, mas hoje defendo a camisa do São Caetano", declarou Rafael Marques, destacando a história de sua equipe.

"Hoje, estou bastante motivado ao defender o São Caetano, clube que acompanhei em finais de Libertadores e Brasileiro", comentou o atacante, lembrando das campanhas de vice-campeonato nacional do Azulão em 2000 e 2001 e do vice continental em 2002.

No Palmeiras, Rafael Marques atuou de janeiro de 2015 a maio de 2017. Conquistou a Copa do Brasil de 2015, com atuação de destaque, e também levantou o troféu do Campeonato Brasileiro de 2016. Criou uma empatia com grande parte da torcida, até pelos frequentes gols marcados em clássicos.

Pelo São Caetano, Rafael Marques marcou o único gol da equipe até agora no Campeonato Paulista, convertendo pênalti, em Itaquera, que abriu o placar no empate por 1 a 1 diante do Corinthians, na primeira rodada. Nessa quinta-feira, a equipe do ABC recebeu o Ituano e ficou no 0 a 0.

Agora, o foco do veterano é ter a torcida do Azulão ao seu lado no reencontro diante do Palmeiras. Rafael Marques pede empolgação depois da boa campanha do São Caetano no Estadual do ano passado, caindo para o São Paulo, nas quartas de final, graças a gol sofrido no fim do jogo no Morumbi - a equipe venceu a ida por 1 a 0, no Anacleto, e levou 2 a 0 fora.

"Espero contar com o apoio deles (torcedores). Tenho certeza que o estádio vai estar cheio. Nossa torcida está motivada pelo campeonato do ano passado e, por isso, convoco o nosso torcedor para que a gente possa fazer um grande jogo e sair vitorioso".

Esporte