PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Insatisfeito e 'afastado', Sánchez se afasta de permanência no United

Chileno tem sido pouco aproveitado desde que chegou ao clube em janeiro - REUTERS/Phil Noble
Chileno tem sido pouco aproveitado desde que chegou ao clube em janeiro Imagem: REUTERS/Phil Noble

29/11/2018 11h25

Alexis Sánchez está cada vez mais próximo de deixar o Manchester United. O treinador José Mourinho não convocou o jogador para a partida decisiva contra o Young Boys, nesta terça-feira, pela Liga dos Campeões e assumiu que Sánchez não estava machucado. Deixado de lado, a tendência é que o jogador deixa o clube na próxima janela, segundo o jornal inglês Daily Mail.

A última partida do United e a não convocação de Sánchez escancararam um problema que já é antigo com o chileno. Desde que chegou no clube em janeiro, Sánchez não conseguiu se estabelecer. O atacante é o jogador mais bem pago do elenco e recebe 1,4 milhões de libras por mês (cerca de R$ 7 milhões). E não joga.

Com isso, Sánchez está muito próximo de deixar a Inglaterra. Ainda de acordo com a publicação inglesa, o PSG seria um dos principais interessados. O clube parisiense é um dos poucos clubes do mundo que poderiam arcar com o salário do atacante.

Apesar do mal estar com Mourinho, Sánchez continua indo aos treinos e participando normalmente. O treinador português não explica o porquê de não utilizar o jogador e se limitou a dizer, quando questionado se Sánchez estava machucado, que é estranho a imprensa se preocupar tanto com os jogadores que estão de fora.

Esporte