PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tem história! Nenén completa 10 anos de Chape e recebe homenagem

31/10/2018 18h49

O meia Nenén tem história para contar na Chapecoense. Nesta quarta-feira, o jogador completou 10 anos vestindo a camisa do clube catarinense e foi homenageado pela diretoria. Ele viu a ascensão do time da Série D até chegar à elite do futebol nacional e viveu dificuldades financeiras, mas sem perder o ânimo.

- Não dá pra falar que, num primeiro momento, eu imaginaria que a gente ia chegar onde está. Era um sonho possível, mas difícil por tudo o que envolvia. No começo, era se garantir o ano todo. Porque a gente disputava o estadual e se não conquistava a vaga para a Série D, fechava as portas até o próximo ano. Então, esse era o objetivo - relembrou.

Com recursos limitados e uma folha salarial que sempre estava aquém da dos adversários, a ferramenta maior da Chapecoense - que se tornou símbolo e essência do clube - sempre foi a humildade. Além disso, o trabalho duro e a confiança eram as armas para combater qualquer dificuldade.

- Com os pés no chão, com a humildade que sempre foi a essência do clube. Mas nunca deixando de acreditar, nunca baixando a cabeça pras dificuldades - que eram muitas. Quem conhece realmente o clube, sabe que não era fácil. Mas tanto os companheiros, quanto o torcedor, quanto a diretoria nunca perdiam a força. E hoje está aí - disse o jogador.

Com grande experiência na Chapecoense foi reconhecido como referência para todos os companheiros de clube, o meia - que, aos 36 anos, já entrou em campo, pela Chapecoense, em mais de 300 partidas - destacou a importância que o clube tem na sua vida e reiterou o apoio.

- Eu fico emocionado, mas são 10 anos de muita alegria. De muita gratidão, por todas as coisas que foram feitas do torcedor pelo Nenén. Porque você chegar, desconhecido, e receber o apoio, o carinho, o respeito que eu recebi, não tem palavras. E creio que nesses 10 anos, na medida do possível e sempre na nossa humildade, procurei retribuir. É uma história linda que eu criei dentro do futebol, mas o mais emocionante é que foi com essa camisa aqui - concluiu.

Esporte