PUBLICIDADE
Topo

Esporte

No São Paulo, Sidão deve ganhar nova chance contra o Flamengo

Érico Leonan/saopaulofc.net
Imagem: Érico Leonan/saopaulofc.net

30/10/2018 07h00

O técnico Diego Aguirre deve promover mudanças no São Paulo para o jogo contra o Flamengo, no próximo domingo, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com Jean suspenso pelo cartão vermelho recebido na partida diante do Vitória, Sidão pinta como o favorito para assumir a posição.

Embora ainda siga contestado por grande parte da torcida são-paulina, o goleiro registra alguns números expressivos pelo clube do Morumbi. Nesta temporada, foram 45 jogos e 35 gols sofridos, o que lhe confere a baixa média de 0,78 gols tomados por partida.

Capitão do time tricolor durante a maior parte da temporada. Sidão é dono da terceira menor média de gols sofridos entre os goleiros que disputaram pelo menos um turno neste Brasileirão. Na principal competição do país, o são-paulino tem média de 0,85 gols sofridos por jogo, atrás apenas de Fábio, do Cruzeiro (0,84) e Diego Alves, do Flamengo (0,7).

Apesar dos números, o experiente goleiro, de 35 anos, precisa provar à comissão técnica comandada pelo uruguaio Diego Aguirre que tem condições de retornar definitivamente ao time. Nas três últimas rodadas ficou no banco de reservas e viu Jean, seu principal concorrente pela titularidade no São Paulo, ganhar espaço.

Fora a disputa com Jean e também com Lucas Perri, goleiro de apenas 20 anos, Sidão precisa lidar com uma possível concorrência externa. A diretoria tricolor analisará neste fim de temporada a necessidade de reforços e a contratação de um novo goleiro pode ser uma das prioridades do clube para o ano que vem.

Diante deste contexto, uma boa atuação diante do Flamengo no próximo fim de semana pode render bons frutos a Sidão no futuro. O goleiro jamais perdeu para o time carioca, e o confronto é tratado como extremamente importante para as ambições do São Paulo no Brasileirão.

Esporte