PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lomba e Odair Hellmann disparam contra a arbitragem em São Januário

27/10/2018 00h04

Na noite desta sexta-feira, o Internacional vencia o Vasco por 1 a 0 até os minutos finais quando o atacante Kelvin foi derrubado na grande área e o árbitro assinalou pênalti para o time carioca. Na cobrança, Maxi López deixou tudo igual e impediu o Colorado de colar na liderança no Brasileirão.

Na saída do gramado, o goleiro Marcelo Lomba contestou a decisão do sexteto da arbitragem. "Eu estava bem perto, falo com propriedade. Não foi pênalti. Em campo, o arbitro não deu e nem o bandeira. Ai o quinto falou. 'Pênalti! Pênalti! Pênalti!' Gente, o árbitro está preparado ali, está para decidir", disse.

Inconformado com o lance, o técnico Odair Hellmann demonstrou sua revolta com o pênalti marcado contra o Colorado e reclamou de falta no início da jogada. Para o comandante, Nico López sofreu falta do adversário e no fim culminou com a penalidade.

'Foi falta clara no Nico e o árbitro não deu. Aí deixaram passar, deram pênalti. Nem estou discutindo se foi ou não, eu vou ver ainda. Mas ele não deu um pênalti no Alvez e deu lá. Não pode, não podemos ser prejudicados assim. Outra coisa, o quarto árbitro trabalhou domingo. Por que ele está aqui? Ele foi quem avisou o árbitro naquela decisão duvidosa. É brincadeira.', reclamou.

Com 52 pontos, quatro a menos que o líder Palmeiras, o Internacional volta a campo no próximo fim de semana, quando encara o Atlético-PR, no Beira-Rio.

Esporte