PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Felipe Melo: 'Um dos meus maiores títulos foi não deixar o Flamengo cair'

27/10/2018 21h47

Revelado pelo Flamengo e torcedor confesso do clube carioca, Felipe Melo recebeu aplausos, mas, ao caminhar para os vestiários do Maracanã neste sábado, logo após o empate por 1 a 1 entre a equipe e o Palmeiras, ouviu um rubro-negro o xingando de perto. E o volante lembrou que ajudou o time do Rio de Janeiro na briga contra o rebaixamento nos Brasileiros de 2001 e 2002.

- É bom voltar ao Maracanã. Tirando um bobão que está gritando, a torcida tem um carinho e sabe reconhecer. Um dos maiores títulos que tenho foi não deixar o Flamengo cair para a segunda divisão - comentou o meio-campista, revelado pelo Rubro-Negro.

O camisa 30 foi titular e ficou em campo até os 15 minutos do segundo tempo, quando desabou no gramado, desgastado. Foi substituído por Moisés quando o Verdão vencia por 1 a 0, mas aponta que o empate no Maracanã é importante, já que mantém o Flamengo, segundo colocado do Campeonato Brasileiro, a quatro pontos de distância.

- É muito difícil jogar contra 65 mil pessoas. A gente vem de dois resultados importantes no Brasileiro, contra o Ceará tivemos de correr atrás, teve o jogo contra o Boca. Estamos desgastados fisicamente e psicologicamente, mas é importante entrar e correr. E estamos com quatro pontos na frente, isso é importante - sentenciou Felipe Melo.

O Palmeiras chega a 63 pontos, firme na liderança do Brasileiro, e volta a jogar pela competição no próximo sábado, às 19h, contra o Santos, no Allianz Parque. Antes, também em casa, a equipe de Luiz Felipe Scolari recebe o Boca Juniors com a missão de reverter a derrota por 2 a 0 na ida, em Buenos Aires, pelas semifinais da Libertadores.

Já o Flamengo, que chegou aos 59 pontos, ainda a quatro pontos de distância do Palmeiras, volta a jogar diante do São Paulo (quarto colocado, a três pontos do Rubro-Negro), no Morumbi, às 17h do dia 4.

Esporte