PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Vitinho dribla ansiedade para se firmar no Flamengo: "Me cobrei em excesso"

Vitinho comemora após marcar pelo Flamengo contra o Paraná - Gabriel Machado/AGIF
Vitinho comemora após marcar pelo Flamengo contra o Paraná Imagem: Gabriel Machado/AGIF

26/10/2018 15h59

A felicidade estava estampada no rosto de Vitinho ao ser apresentado como reforço do Flamengo no Maracanã, antes da partida contra o Sport, no dia 29 de julho. Três meses depois, o atacante volta ao palco neste sábado (27), em confronto direto com o Palmeiras, como uma das principais esperanças da equipe na briga pelo título do Brasileirão. O jogador admite que a adaptação ao clube da Gávea não foi fácil e vê algumas explicações para a sua evolução gradativa.

"Eu me cobrei em excesso. Acho que isso me atrapalhou, porque sou eu que tomos as ações, as atitudes dentro. Então, acho que me pressionei demais, e isso me atrapalhou", disse o atacante, em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira.

Vitinho voltou da Rússia com a temporada brasileira em andamento, com o Flamengo em uma série de decisões por Copa do Brasil e Libertadores, e com a responsabilidade de substituir Vinícius Júnior, negociado com o Real Madrid. Além disso, foi o maior investimento feito na história do clube, já que custou 10 milhões de euros.

Porém, na avaliação de Vitinho, que completou 25 anos em setembro, o que mais pesou foi a emoção de vestir a camisa do Flamengo, seu time de infância.

"Acho que o fato de vir para o meu clube do coração me emocionou muito. Eu fiquei ansioso para dar retorno que todos esperavam, isso acabou me atrapalhando. Agora, mais tranquilo, venho conseguindo obter boas partidas", declarou.

O confronto com o líder Palmeiras, a quatro pontos do Flamengo na tabela, ganhou ares de decisão, mas, no Rubro-Negro, o sentimento é de confiança, sem perder de vista a qualidade do adversário. A equipe reencontrou o futebol sob o comando de Dorival Júnior, venceu e convenceu nas últimas três rodadas. Vitinho, que contribuiu com gol e assistências na sequência recente pelo Brasileirão, vê na atitude do time o caminho para a vitória no Maracanã.

"Temos que continuar nos comportando como estamos. É o comportamento que temos que ter em um jogo desse, pelo tipo de adversário. Temos que manter a postura para trazer torcida junto. Atitude será fundamental no jogo", opinou.

Esporte