PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ponte marca, Fortaleza empata em seguida e equipes ficam no 1 a 1 no Castelão

26/10/2018 22h38

Em partida realizada na noite desta sexta-feira, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Fortaleza e Ponte Preta entraram em campo na Arena Castelão, localizada na capital cearense.

Mesmo com o resultado de 1 a 1, os comandados de Rogério Ceni seguem com uma boa folga na liderança, agora com 61 pontos somados. Já os comandados de Kleina pararam na oitava posição, porém somando agora 47 pontos, tentando diminuir a diferença para os times que lutam para firmar-se no G4.

O JOGO

Motivado pelo boa campanha, além da presença de torcedores nas arquibancadas do Castelão, o Fortaleza partiu pra cima da Ponte Preta logo no início. Aproveitando oportunidades de bola parada que assustaram o goleiro Ivan, Nenê Bonilha e Dodô lamentaram as chances perdidas para desespero de Rogério Ceni.

O jogo seguia movimentado e com o Leão praticamente comandado as ações. Já por parte do time de Campinas, eram poucas as oportunidades que causavam perigo ao gol defendido por Marcelo Boeck, isso tudo até meados dos 30 minutos.

Nos 15 minutos finais primeiro tempo até os acréscimos, o panorama do confronto era basicamente igual. Por parte do Tricolor, as chances até apareciam, porém a forte marcação adversária atrapalhava os planos dos donos da casa, já por parte dos comandados de Gilson Kleina, a esperança era de tentar encontrar uma bola para conquistar seu tento.

Sem êxito para ambos os lados, a arbitragem resolveu encerrar a etapa inicial com o placar parcial de 0 a 0.

Na volta para o segundo tempo, ambos os times mantiveram as suas escalações iniciais. Diferente de como foi nos dez minutos do primeiro tempo, foi a Ponte quem assustou mais, conseguindo criar com Tiago Real, que deu trabalho ao goleiro Marcelo Boeck.

Com algumas alterações por ambos os lados, aos 17 minutos, a equipe do interior de São Paulo saiu na frente. Aproveitando cruzamento, o atacante André Luís, livre de marcação, bateu de perna esquerda para o fundo da rede adversária. 1 a 0.

O gol frustrou um pouco a torcida local, já que não esperava ver seu time ficar atrás no placar. No entanto, minutos depois, aos 20, após rebote do goleiro Ivan no chute de Gustavo, o atacante Marcinho fez boa jogada individual e bateu cruzado para igualar. 1 a 1.

Passado o momento de euforia por parte de ambos os times, novamente os técnicos recuaram ao seus suplentes na expectativa de conquistar os três pontos. Com Dodô saindo para dar lugar a Romarinho, no Fortaleza, Murilo Henrique foi o escolhido para entrar no lugar de Tiago Real, pela Ponte.

Com o tempo passando, o Tricolor passou a ficar mais em seu campo de ataque. Sendo assim, aos 31 minutos, em jogada inciada por Marcinho, o atacante jogou na área encontrando Éderson que, por sua vez, deu um toque rápido para Romarinho, mas o camisa 20 perdeu um gol incrível para desespero nas arquibancadas.

Na reta final de partida, faltando cinco minutos para acabar o tempo normal mais os acréscimos, as equipes de Rogério e Kleina eram só pressão. No entanto, as jogadas não surtiram efeito e o resultado de 1 a 1 acabou deixando a torcida do Leão frustrada pelo tropeço em casa

Esporte