PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Gómez lateral? Victor Luis no meio? As opções do Palmeiras no Maracanã

Cesar Greco/SE Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/SE Palmeiras

26/10/2018 07h00

Luiz Felipe Scolari conseguiu levar o Palmeiras à liderança do Campeonato Brasileiro e às semifinais de Copa do Brasil e Libertadores alternando escalações. Mas, neste sábado, às 19h, no Maracanã, no Rio de Janeiro, em confronto direto pelo título brasileiro diante do Flamengo, segundo colocado com quatro pontos a menos, o técnico acumula problemas em quase todos os setores para armar a equipe.

O treinador não poderá contar com o lateral-direito Mayke, o volante Bruno Henrique e o meia Lucas Lima, que receberam o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, no domingo, e estão suspensos. O atacante Deyverson também cumpre gancho, por ter sido expulso.

Problemas físicos também atrapalham. O meia-atacante Artur, que operou o braço direito há um mês, é desfalque certo. A expectativa é em relação ao lateral-direito Marcos Rocha, que sofreu lesão na panturrilha direita, e ao volante Jean, com dores musculares.

Diante das dificuldades para escolher uma formação, o treinador pode ser obrigado a improvisar o zagueiro Gustavo Gómez na lateral direita, apostar no lateral-esquerdo Victor Luis no meio-campo ou até escalar Felipe Melo em três partidas seguidas - o volante teve de enfrentar o Ceará, no domingo, porque Thiago Santos estava suspenso, e foi titular na derrota por 2 a 0 para o Boca Juniors, nessa quarta-feira, em Buenos Aires.

Veja abaixo as opções de Felipão para cada um dos setores da equipe:

Gol

O treinador não tem problema debaixo das traves. É provável que mantenha Weverton, titular da posição e que atuou nas duas últimas partidas, contra Ceará e Boca Juniors. De qualquer forma, ainda pode dar descanso ao dono da posição e escalar Fernando Prass ou Jailson, ambos experientes.

Laterais

A lateral direita é o principal problema. Como Mayke está suspenso, a única possibilidade de ter um especialista na posição é no caso de Marcos Rocha se recuperar a tempo (uma semana antes da previsão divulgada) ou Jean se livrar das dores musculares que o fizeram ser substituído ainda no primeiro tempo do último domingo. Do contrário, só resta como alternativa improvisar o zagueiro Gustavo Gómez - o paraguaio já atuou nas laterais na carreira.

Na esquerda, não há problemas, mas ajustes dependendo das escolhas de Felipão. O treinador pode usar Victor Luis, que não entrou em campo na Bombonera, ou utilizar Diogo Barbosa pela segunda partida seguida e correr o risco de vê-lo mais desgastado para o jogo de volta das semifinais da Libertadores, na quarta-feira. A opção pelo camisa 6, contudo, pode ser a única possível, caso Victor Luis seja usado no meio-campo.

Zaga

Assim como ocorre no gol, é um setor que dá tranquilidade. Como optou pela dupla Gustavo Gómez e Luan na Bombonera, é bem provável que o Palmeiras tenha Antônio Carlos e Edu Dracena no Maracanã. Entrosados e com a confiança do treinador.

Meio-campo

Moisés entrou no fim do jogo contra o Ceará, no domingo, desgastou-se e não foi bem diante do Boca Juniors, mas tem a escalação praticamente certa no Maracanã. As suspensões de Bruno Henrique e Lucas Lima e o problema físico de Jean tornam quase obrigatória a utilização do camisa 10, como volante ou armador, neste sábado.

Para completar o trio de meio-campo, Felipão pode optar até por escalar Thiago Santos e Felipe Melo juntos. Mas comprometeria a condição física de Felipe Melo, que completaria três jogos seguidos em sete dias e, na quarta-feira, deve enfrentar o Boca Juniors no Allianz. Por isso, existe a possibilidade de Thiago Santos, que entrou no fim do jogo na Bombonera, ser titular com Victor Luis como companheiro - o lateral-esquerdo também joga no meio-campo, como já atuou no Verdão, em 2014.

Guerra, que voltou a jogar em setembro, é a opção para deixar o setor mais criativo, podendo recuar Moisés para jogar ao lado de Thiago Santos ou Felipe Melo.

Ataque

Sem Deyverson, é praticamente certo que Borja terá que atuar pela primeira vez no Campeonato Brasileiro desde o empate por 1 a 1 diante do Bahia, em 16 de setembro. O colombiano vem de fraca atuação na Bombonera e, por ter de atuar no Maracanã, é possível que não enfrente o Boca na quarta-feira. Papagaio, campeão brasileiro sub-20 nessa quinta, deve aparecer no banco.

A dificuldade de Scolari está nos pontas. Como atuou só no segundo tempo no domingo, Dudu deve ser titular. Do outro lado, Willian vem de duas partidas extremamente desgastantes e deve ficar no banco de reservas, com Hyoran aparecendo como principal alternativa para a sua vaga. Gustavo Scarpa, reintegrado ao elenco após lesão, ainda precisa receber minutos, por isso está atrás do camisa 28 na briga por uma vaga.

Esporte