PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem Libertadores e na Série A: Corinthians se planeja para 2019

Daniel Vorley/AGIF
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

24/10/2018 06h30

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, admitiu os riscos de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas também questionou que a imprensa não comenta que ainda há chances de alcançar uma vaga na Libertadores. Internamente, porém, a diretoria alvinegra planeja 2019 com o Timão na elite nacional e fora do principal torneio sul-americano.

O Corinthians, inclusive, já contratou três reforços de olho na próxima temporada. O lateral-direito Michel Macedo e o atacante Gustavo treinam com o elenco, enquanto André Luiz defende a Ponte Preta e se apresentará ao Timão no início de 2019.

A diretoria admite que busca mais reforços para o ano que vem, mas novamente não pretende investir em jogadores caros. Ao ser questionado sobre Diego Tardelli, por exemplo, Andrés Sanchez afirmou que não fará "loucura" e afirmou que busca atletas mais experientes para o elenco.

"Desde que o jogador não queira ganhar 700 (mil), 800 (mil), 1 milhão por mês. Eu não vou fazer esse tipo de loucura. A conta um dia chega. Chegou um dia para o Corinthians, vai chegar para os outros clubes. Mas vamos procurar jogadores com um pouco mais de experiência para completar com os garotos que temos lá. Mas, não vou fazer loucura", disse Andrés.

Atualmente, o Corinthians ocupa o 12º lugar do Brasileirão, com 36 pontos. Ou seja, a oito rodadas para o fim do campeonato, faltam nove pontos para o Timão chegar aos 45, número considerado suficiente para se livrar do rebaixamento.

Olhando para a parte de cima da tabela, o Timão está a dez pontos do Atlético-MG, atualmente sexto colocado, última posição que dá vaga para a próxima Libertadores. Há a chance de abrir mais um lugar, caso Palmeiras ou Grêmio vença o torneio sul-americano neste ano e termine entre os seis melhores do Brasileirão.

Esporte