PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Reforço do Corinthians "esquece" apelido de Mosquito e diz que time não cai

Gustavo posa em sua apresentação como reforço do Corinthians - Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Gustavo posa em sua apresentação como reforço do Corinthians Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

23/10/2018 17h59

O Corinthians apresentou nesta terça-feira o atacante Gustavo Silva, de 21 anos, que já vinha treinando com o elenco desde o início do mês. O jogador era chamado de Mosquito no Coritiba, seu ex-clube, mas quer esquecer o apelido no Timão.

"Daqui para frente não gostaria de ser chamado de Mosquito. Até quando eu estava para vir eu falei para a assessoria de imprensa, entramos em um acordo. Agora vai ser Gustavo ou Gustavo Silva. Esse Mosquito ficou lá no Coritiba, passou, é uma nova fase e optei por tirar", afirmou.

Gustavo não escondeu a chateação por não ter atuado nesta temporada. Como seu contrato ia vencer no Coritiba e o jogador não queria renová-lo, a diretoria do clube paranaense optou por não utilizar o atacante nas competições - o pré-contrato com o Timão foi assinado ainda em maio. Ele falou em "sacanagem", apesar de não querer entrar em detalhes sobre o conflito.

"É uma longa história. Aconteceram vários fatores, não gostaria de entrar em detalhes. Houve um pouco de sacanagem por parte do Coritiba, do presidente, da diretoria. Mas não queria entrar em detalhes, já passou, agora estou focado no Corinthians", disse Gustavo, que elogiou a recepção que teve no Timão.

"Acho que foi um ano muito difícil, ficar sem jogar, não estava acostumado com isso. Mas estou muito feliz de vestir essa camisa de peso, optei por esperar, a diretoria do Corinthians tentou com a diretoria do Coritiba, mas acabou não dando certo. Agora é pensar na frente, passou essa fase ruim, me apresentei, conheci o grupo, estou treinando normalmente e estou muito feliz aqui", declarou.

Há duas semanas no Corinthians, Gustavo já pôde perceber o momento delicado que a equipe enfrenta: não vence há seis jogos e não está livre do rebaixamento no Brasileirão. O atacante, porém, confia na permanência do Timão na Série A.

"Com certeza (vou jogar em 2019 na) primeira divisão. O Corinthians é um time gigante, não vai cair. Está passando por um momento delicado, sim. Agora é trabalhar, erguer a cabeça, tem mais oito jogos pela frente. Tem que trabalhar forte para sair dessa situação o mais rápido possível", analisou.

Durante sua apresentação, Gustavo também falou sobre o que a torcida alvinegra pode esperar dele para a próxima temporada. O atacante assinou contrato até o fim de 2022 com o Corinthians.

"Minhas características são velocidade, chegar no fundo e chutar cruzado. Gosto muito de fazer gol, quem não gosta? Tenho esse talento de conseguir fazer os gols. Gosto de jogar por dentro também, o que o professor optar vou estar preparado. Vou trabalhar bastante para fazer o melhor para a equipe", disse o atacante.

"O lado que eu prefiro é o esquerdo para cortar para dentro ou levar para o fundo e bater cruzado para o gol. Se tiver que jogar pelo lado direito, vou estar preparado. Por dentro também gosto de jogar. Essas funções sei fazer bem", acrescentou.

Como chegou após o fim das inscrições do Brasileirão, Gustavo só ficará à disposição no Corinthians na próxima temporada. Além do atacante, o Timão já contratou o lateral-direito Michel Macedo e o atacante André Luiz.

Esporte