PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com volta ao elenco, WP9 afirma: 'Não sei o motivo do afastamento'

23/10/2018 17h14

O atacante da Chapecoense, Wellington Paulista está de volta à equipe principal e pôde falar sobre o afastamento. Nesta terça-feira, o jogador afirmou que não soube o motivo para ficar de fora do time por dois meses. Neste período, o jogador atuou com o time Sub-23 pelo Brasileirão de Aspirantes.

- Do mesmo jeito que fui afastado sem saber o motivo, voltei sem saber de nada. Me mandaram voltar, lógico que o apoio do torcedor, de alguns de vocês da imprensa, e dos meus companheiros de clube. O mais importante é saber que temos que estar fechados e tranquilos para poder fazer grandes jogos na Arena e fora de casa - disse.

O atacante da Chape ressaltou que ligações e mensagens foram essenciais para seguir fazendo seu trabalho no Brasileirão de Aspirantes. Agora, salientou que retornou de cabeça erguida para dar continuidade na disputa nacional.

- Sei quem veio à favor, todos que me ajudou, mandou mensagem, me ligou. Quando fui afastado, recebi no mínimo umas 100 ligações de jogadores, dirigentes, presidentes dos times do Brasil todo. Isso me deu mais força para que eu pudesse ficar quieto, trabalhar, jogar, fazer meus gols no Sub-23, e agora voltar de cabeça erguida. Não fiz nada, não sei o que aconteceu, então é cabeça erguida - disse o jogador.

Com a demissão de Guto Ferreira, o Verdão do Oeste contratou Claudinei Oliveira para recuperar o time, que está em situação delicada no Campeonato Brasileiro, com 31 pontos, na 18ª posição. Assim como ele, Wellington Paulista foi chamado pelo treinador.

- Ele falou que queria minha volta, que sabe da minha qualidade, do meu poder de decisão, da minha liderança no grupo, da minha chatice em campo. Eu sou muito chato e se deixar eu acabo apitando o jogo, enchendo o saco do time adversário. Então ele quis minha volta e quero voltar e isso é o mais importante - afirmou.

Para finalizar, o atacante de 35 anos, esperançoso, afirmou que o time vai conseguir se manter na Primeira Divisão. E para conseguir o objetivo a união do grupo é muito importante.

- Vou ser sincero para vocês. (A Chape) não vai cair, vamos ficar na Primeira Divisão, eu fora nesses últimos jogos sofri igual torcedor, sei o quanto é desgastante ficar fora, o quanto é ruim torcer de casa. O mais importante agora é se unir, se fechar, fazer. Nós jogadores sabemos o que temos que fazer para reverter a situação, trabalhar forte, sabemos o poder de reação que o time tem, tivemos isso ano passado. Muitos que estavam no passado estão aqui, então é se fechar.

O contrato de Wellington Paulista com a Chapecoense é até dezembro de 2019. Com seu retorno, poderá auxiliar a equipe nas rodadas finais da competição nacional.

Esporte