PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bolt pede contrato milionário e recusa proposta de clube australiano

23/10/2018 09h10

Bolt segue com o seu sonho de se tornar jogador profissional de futebol. O jamaicano, porém, recusou a primeira proposta de contrato do seu atual clube, o Central Coast Mariners. Segundo a edição australiana do 'Daily Telegraph', a proposta foi recusada por Bolt e seu empresário Rick Simms por divergência de valores contratuais. De acordo com comunicado oficial do clube australiano, Bolt permanece nos treinamentos com a equipe.

- O clube pode confirmar que uma oferta de contrato foi feita pelo Central Coast Mariners e as negociações permanecem em curso com Usian Bolt e seu representante Rick Simms em relação ao seu futuro no futebol - disse o comunicado oficial

Segundo o 'Daily Telegraph Australia', os Mariners ofereceram um contrato entre 150 e 750 mil dólares (R$ 533 mil e 2,7 milhões), enquanto Bolt e seu agente queriam um contrato de 3 milhões de dólares (R$ 11 milhões) . A imprensa australiana também especula que o treinador do clube, Mike Mulvey, não estaria interessado em contratar Bolt em definitivo.

O clube australiano aponta que analisando o contrato em termos comerciais e futebolísticos. Ainda de acordo com o comunicado, os Mariners estão procurando um patrocinador externo para tentar satisfazer a demanda de Bolt e seu empresário.

- O representante de Bolt e dos Mariners estão conversando com patrocinadores externos para encontrar uma solução comercial que satisfaça ambas as partes. É importante apontar que o valor de contrato que se especula é falso. Sem a contribuição financeira de uma terceira parte é pouco provável que seja feito um acordo - finalizou o clube

Esporte