PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fora de casa, Manchester City enfrenta Shakhtar pelo Grupo F

22/10/2018 17h00

Pela terceira rodada do Grupo F da Liga dos Campeões, o segundo colocado Manchester City viaja até a Ucrânia para enfrentar o Shakhtar Donetsk, que ocupa a terceira posição da chave. O confronto será realizado no Oblasny SportKomplex Metalist, por conta da Donbass Arena, estádio oficial do Shakhtar, ter virado centro de distribuição de ajuda humanitária por conta do conflito na região da Criméia.

GUARDIOLA QUER EVOLUÇÃO

?O Manchester City não começou bem na Liga dos Campeões. Em casa, foi derrotado pelo Lyon por 2 a 1, com uma atuação bem abaixo do comum para um time comandado por Pep Guardiola. Mas se recuperou bem com um triunfo fora de casa contra o Hoffenheim.

Por isso, Guardiola falou aos jornalistas, em entrevista coletiva pré-jogo, sobre como a derrota afetou a mentalidade dos jogadores para o resto das partidas da fase de grupos da competição:

- Não tenho muitas reclamações, mesmo nos jogos em que perdemos pontos, achei que estávamos bem. Nos primeiros 45 minutos contra o Lyon, não jogamos como de costume. Temos que aprender com esse jogo contra o Lyon. Quando você joga uma temporada e joga contra adversários difíceis, principalmente na Liga dos Campeões, o nível é muito maior do que nas competições locais. Parece fácil, mas não é. Temos 12 pontos para jogar. Está em nossas mãos passar para a próxima fase e fazer algo neste torneio - disse.

SHAKHTAR SEM TAISON E MARLOS

?Chegando de uma boa vitória no Campeonato Ucraniano, e com dois empates por 2 a 2 até agora na Liga dos Campeões, o Shakhtar chega com desfalques para o difícil confronto frente ao Manchester City. Em coletiva nesta segunda-feira, o treinador da equipe Paulo Fonseca confirmou as ausências de Taison e Marlos para a partida.

- Taison se machucou no jogo contra o Zorya e está fora por pelo menos seis semanas. Marlos sofreu uma lesão após o encontro com Desna e tenho certeza que ele vai perder os próximos dois jogos, pelo menos. De resto, todos estão bem. Honestamente, estamos passando por um período tão difícil, que até o meu treinador auxiliar se lesionou (risos).

Fonseca ainda afirmou que não mudará seu estilo jogo por enfrentar uma das equipes mais fortes do futebol mundial, comandada por Pep Guardiola, mas que pensa em aproveitar os erros dos ingleses para vencer a partida.

- Nós nos concentramos em não mudar nosso estilo. Nós sempre tentamos jogar da mesma maneira contra qualquer adversário, independentemente de estarmos nos encontrando com o Manchester City ou outro clube. Será difícil amanhã? Sim. Nós entendemos o quão forte os adversários são como time e individualmente. Talvez, em certos momentos, estaremos defendendo por mais tempo, para jogar sem a bola. Mas, na menor oportunidade, planejamos tomar a iniciativa e mostrar nosso jogo - declarou.

Esporte