PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Didira pede jogo perfeito do CSA contra o Brasil de Pelotas

22/10/2018 15h35

Na quarta posição na tabela de classificação da Série B, o CSA vai ter uma verdadeira pedreira nesta terça-feira dentro de casa. A equipe alagoana vai encarar o desesperado Brasil de Pelotas em uma verdadeira final para os dois lados. Para o meia do Azulão, Didira, os mandantes terão que impor seu ritmo durante os noventa minutos.

"Em casa não podemos vacilar. Temos que impor nosso ritmo para buscarmos a vitória. Só o triunfo nos interessa. Vamos procurar fazer um jogo seguro durante os noventa minutos para conquistarmos os três pontos, que seriam muito importantes para a nossa equipe. Vai ser uma pedreira", disse.

Apesar da queda de rendimento nas últimas partidas, o meia garante que, dentro do elenco, o clima é de otimismo em relação ao acesso.

"Estamos vivendo uma expectativa muito boa para as próximas semanas. O clima aqui é o melhor possível. Vamos manter a intensidade e os pés no chão para chegarmos ao objetivo, que é o acesso para a primeira divisão, que seria histórico para o clube".

Esporte