PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Análise: Paraná facilita, e Fla ganha confiança e opções em "goleada fácil"

Gabriel Machado/AGIF
Imagem: Gabriel Machado/AGIF

22/10/2018 05h00

Vencer o Paraná, lanterna do Brasileirão, era obrigação do Flamengo e, no domingo, o time fez a tarefa tornar-se fácil. Explorando os erros do rival, o Rubro-Negro não encontrou resistência e goleou por 4 a 0 no Durival Britto, assumindo momentaneamente o segundo lugar do campeonato: uma vitória que aumenta a confiança do elenco e deu mais opções ao técnico Dorival Jr.

O setor ofensivo - mais uma vez formado por Lucas Paquetá, Everton Ribeiro, Vitinho e Uribe - foi bem. A dupla de ataque confirmou a boa fase com gols e assistências. A defesa, por sua vez, não sofreu perigo e César, titular na ausência de Diego Alves, chegou ao quarto jogo consecutivo sem ser vazado.

Saindo do banco, destaque para Diego e Henrique Dourado. O camisa 10 voltou após três semanas e torna-se uma boa opção para do Dorival Júnior. Contra o Paraná, entrou bem e contribuiu com uma assistência para o gol de Ceifado, que pôs fim ao jejum que já durava 70 dias.

Diego fez a função de Everton Ribeiro, atuando mais aberto pelo lado direito. O treinador do Flamengo analisou a entrada do camisa 10 e as opções que tem para formar o meio de campo.

"Ganhamos opções. O próprio Everton tem liberdade para abrir no corredor e no meio. Não quero os jogadores muito fixos, isso faz com que a marcação prevaleça. Ganhamos boas opções com Paquetá, Vitinho por dentro", disse.

O Flamengo ainda voltou de Curitiba sem desfalques por conta de cartões. A lista de atletas pendurados (10) é, com a vitória encaminhada na etapa final, Dorival substituiu três deles, pensando na próxima rodada: Arão, Everton Ribeiro e Vitinho. Cmpletam a lista Pará, Piris, Diego Alves, Marlos, Rodinei e Geuvânio.

Embalado e confiante pela sequência de vitórias e atuações convincentes, o Flamengo enfrenta o Palmeiras, sábado no Maracanã, em confronto direto.

Esporte