PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jair cita acordo do Corinthians por retomada e lamenta gol 'na marra'

Siga o UOL Esporte no

21/10/2018 19h11

O técnico Jair Ventura lamentou que o Corinthians tenha cedido o empate ao Vitória neste domingo com um gol "na marra", como classificou a jogada do tento da equipe baiana que decretou o empate por 2 a 2. Na entrevista coletiva após o jogo, o comandante externou uma espécie de pacto do grupo para sair da situação incômoda no Campeonato Brasileiro. A ideia, segundo ele, era recomeçar a vencer neste domingo.

"Você toma um gol praticamente na marra, ali de ir para o tudo ou nada, não foi de jogada trabalhada. A gente fica muito triste, porque fizemos um acordo de retomada, seria hoje, com resposta para a torcida. Conseguimos faltando dois minutos. Fica sentimento ruim pelo que apresentamos", afirmou o técnico.

"A gente nunca pode avaliar o jogo sem o contexto. Jogo com peso emocional muito grande, vem de uma eliminação em casa. Em dois vacilos perdemos o jogo e nossa taça. Aí a gente vem para o jogo, com a mochila ainda carregada, pesada, e fica pior com gol no início. E aí vemos a equipe ainda presa no nosso último jogo, mas fomos mudando. Conseguimos o gol, depois segundo gol com jogada bem trabalhada", completou.

Jair também explicou a manutenção de Emerson Sheik no comando de ataque ao invés de utilizar Roger, que acabou entrando bem e marcando o segundo gol do Corinthians.

"Começamos pelo último jogo do Emerson, um jogo fantástico, mesmo na derrota. Assim como o Pedrinho, que hoje saiu jogando, e não foi a mesma coisa. Temos de achar. Continuei com eles. Pedrinho fez um dos gols mais bonitos que vi nos últimos tempos, pena que foi anulado. Vamos continuar assim, colocando quem jogou bem", analisou.

O técnico também fez uma análise mais ampla do empate por 2 a 2.

"Vitória vem tendo uma retomada, sabíamos da dificuldade. No primeiro tempo não criamos tanto, mas tivemos mais controle, posse, do que no segundo. Marcamos alto, tentamos roubar a bola no campo deles. Dentro dos 90 minutos, conseguimos definir o jogo, mas tomamos o gol nos acréscimos. Por conta dos gols, do que a gente sofreu, poderia ter tido uma sorte melhor. Já que o gol não foi em jogada trabalhada, ensaiada, foi no abafa", disse.

O Corinthians está de folga nesta segunda-feira e se reapresenta na terça no CT Joaquim Grava. O próximo duelo é contra o Bahia no próximo sábado na Arena.

Esporte