PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brasucas dominam futebol tailandês e fazem mais gols que CR7 e Messi

19/10/2018 07h45

Quando se fala em gols, os nomes de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi surgem imediatamente. Os craques são referências e estão sempre no topo de artilheiros na Europa. Em outros mercados, contudo, há quem balance as redes mais que o português e o argentino. Na Tailândia, o futebol brasileiro não sai do topo.

Dos seis artilheiros no país, quatro são brasileiros. O principal deles é Diogo, que anotou 34 no Campeonato Tailandês e é o maior goleador de uma liga no mundo em 2018 até o momento, deixando para trás os craques de Juventus e Barcelona. Logo em seguida vêm Heberty, Jonatan Reis e Lukian.

- Eu fico feliz por ser o brasileiro com mais gols e pela regularidade que tenho mantido aqui nestas quatro temporadas, já que em três delas eu ultrapassei a marca de 30 gols. Então, estou contente com meu trabalho, mas agora comparar os gols com Messi e Cristiano Ronaldo é complicado, até pelas ligas em que eles atuam, que são bem mais difíceis, e por se tratarem de dois craques mundiais - disse Diogo, do Buriram, que tem passagens por Portuguesa, Flamengo, Palmeiras e Santos no Brasil.

Na Tailândia, os brasileiros têm grande mercado e boa aceitação também dos torcedores. Para Diogo, o carinho da torcida faz a adaptação ficar mais tranquila.

- Aqui eles gostam muito dos brasileiros e o povo tem um grande carinho por nós. Acredito que isso ajuda bastante e por isso os brasileiros que jogam aqui na Tailândia estão indo bem. Isso é importante para o nosso país, pois quanto mais brasileiros deixarem uma boa imagem aqui, mais oportunidades serão abertas para outros brasileiros serem contratados.

JONATAN FAZ QUASE METADE DOS GOLS DO SEU TIME

Jonatan Reis teve uma temporada de sucesso. Atacante do modesto Prachuap, ele pôde comemorar a grande temporada e seus 26 gols na liga. Com tantos estragos nas defesas adversárias, o brasileiro fez o mesmo número de gols que Cristiano Ronaldo e mais do que Lionel Messi em 2018.

- Uma imensa felicidade. Messi é uma lenda do futebol mundial e por mais que obviamente exista uma diferença de nível entre as competições, na que eu jogo felizmente venho fazendo a diferença. Sempre estabeleço uma meta e esse ano eu consegui ultrapassar.

O Prachuap fez 56 gols no Campeonato Tailândia e terminou na sexta colocação, após subir da Segunda Divisão. Deste montante, 26 foram de Jonatan, o que equivale a quase 50% dos tentos da equipe.

- Mais um motivo de alegria, orgulho. Marcar quase metade dos gols do seu time, inegavelmente mostra a importância que você tem para a sua equipe. Posteriormente, ver seu nome nos principais sites do país, entrar na seleção do campeonato, são as recompensas por meses de grande esforço. O Prachuap foi a maior surpresa da Liga Tailandesa e me sinto muito feliz por ter ajudado isso a ocorrer - declarou Jonatan:

- Sempre há uma desconfiança com clubes que vêm da divisão de acesso. Com o Prachuap neste ano não foi diferente, consideravam um forte candidato ao rebaixamento. Porém, com o passar das partidas, vimos que podíamos trilhar um caminho distinto do que previam. Fizemos a segunda melhor campanha em casa e batemos na trave para nos classificarmos para a Champions da Ásia.

Nesta temporada, Jonatan Reis passou por uma situação curiosa. No mesmo fim de semana, foi duas vezes ao local de um jogo, percorrendo 800 quilômetros no total. A aventura teve motivo: sua esposa entrou em trabalho de parto, e o atacante foi acompanhar o procedimento. No fim das contas, viu o nascimento da filha e ainda fez o gol da vitória do Prachuap.

- Foram as horas mais felizes da minha vida. Quando recebi a notícia de que minha filha iria nascer fiquei extremamente emocionado e voltei na mesma hora para a minha cidade. Agora, lembrando com você, me emociono novamente. Chegar em casa após aquela partida, que vencemos e ainda marquei um gol, e poder ver o sorriso dela foi de um valor inestimável

HEBERTY BRILHA NO MUANG THONG

Heberty também fez grande temporada na Tailândia, ajudando o Muang Thong a terminar em quarto lugar. O atacante contribuiu com 26 gols.

- É uma marca pessoal muito boa. Graças a Deus tenho trabalhado forte para sempre estar jogando em alto nível. Terminei a temporada com mais de 30 gols, só na liga foram 26. Estou muito feliz com minha performance. É uma marca histórica para mim - declarou o jogador, que deixou claro que a competitividade na Tailândia é alta:

- Não só no futebol tailandês, mas também em toda a Ásia, a demanda de brasileiros está muito grande. O futebol está cada vez mais difícil por aqui. Muita gente pode pensar que o futebol da Tailândia não é competitivo, tanto é que muitos brasileiros e estrangeiros de alto nível vêm para cá. Por conta do campeonato e em termos salariais, pois eles pagam muito bem por aqui.

Esporte