PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Régis se pronuncia e diz não ser bandido após ser detido no DF

18/10/2018 15h14

Na mesma semana em que foi detido pela Polícia no Distrito Federal por tentativa de invasão e perturbação da tranquilidade e ameaça, o lateral Régis, ex-São Paulo, publicou um texto em sua conta pessoal no Instagram comentando os episódios recentes em sua vida.

- Antes de qualquer coisa que será falada aqui, não poderia deixar de agradecer ao São Paulo pelo suporte que me deu no período em que estive no clube. Porém, algumas atitudes desrespeitosas que violaram e desrespeitaram minha imagem me deixaram muito decepcionado (não da parte do clube), mas de pessoas que estão completamente envolvidas com o futebol nacional que não tiveram o mínimo de respeito pela minha pessos. Erros ocorreram? Sim ocorreram, mas isso não dá o direito de me exporem da maneira como foi feito e tem sido feito - escreveu o jogador.

Na última segunda-feira, Régis tentou invadir um apartamento e acabou sendo detido pela polícia local. O jogador foi conduzido para uma delegacia local e foi liberado na sequência após a assinatura de um termo de circunstanciado com a condição de que prestaria esclarecimentos para a Justiça no futuro.

- Recentemente, também tem saído coisas mentirosas como se eu fosse um criminoso e disso nunca compactuei, porque sempre fui um atleta dedicado e profissional dentro de qualquer clube que fui, mas só resta lamentar e pedir que Deus perdoe essas pessoas ruins - complementou o ex-atleta do São Paulo em sua publicação.

Depois de fazer um bom Paulistão vestindo as cores do São Bento, de Sorocaba, Régis chegou ao São Paulo em abril com um contrato de uma temporada e possibilidade de renovação por mais dois anos. No início de sua passagem pelo Tricolor, o lateral chegou a ser muito utilizado pelo técnico Diego Aguirre, já que atuava pelos dois lados do campo e, desta forma, facilitava a alteração do sistema tático durante uma mesma partida.

Em junho, no entanto, Régis avisou a diretoria do São Paulo sobre a existência de um problema pessoal e teve seu contrato suspenso. Após um mês, o jogador voltou a treinar no CT da Barra Funda e, inclusive, fez dois jogos com o time de aspirantes antes de ser totalmente reintegrado ao elenco. O lateral voltou a jogar e, na partida contra o Fluminense, no dia 2 de setembro, no Morumbi, fez a jogada que deu o empate ao Tricolor.

Semanas depois, Régis foi afastado do elenco tricolor e, posteriormente, teve seu contrato rescindido por conta de problemas pessoais. Ao todo, o jogador fez 15 jogos oficiais com a camisa do São Paulo, mas não chegou a marcar gols pelo Tricolor.

Esporte