PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mesmo com revés, Diego Alves elogia Fla: 'Vimos o medo na cara deles'

30/08/2018 00h06

Após uma derrota por 2 a 0 no Maracanã, o Flamengo até conseguiu derrotar o Cruzeiro nesta quarta-feira no Mineirão, em partida válida pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, mas a vitória mínima do rubro-negro não foi capaz de garantir a classificação para a próxima fase da competição.

Na saída de campo, o goleiro Diego Alves, em entrevista à "Rede Globo", focou na boa atuação do Flamengo e também alfinetou o Cruzeiro - na avaliação do goleiro, a Raposa ficou surpresa com o desempenho da equipe carioca.

- É lógico que sair de uma competição que era o nosso objetivo e de toda a torcida é ruim. Nós fomos muito penalizados no primeiro jogo. A felicidade dessa situação é que a gente veio aqui, enfrentar o Cruzeiro, um dos grandes do Brasil, e pressionamos até o último minuto. Conseguimos ver o medo na cara deles de enfrentar um time como o nosso. A tristeza é muito grande. Agradecer aos que vieram, apoiaram, independente da classificação. Temos duas competições, o Brasileiro e a Copa do Brasil, e, com muito trabalho e com a ajuda deles, tenho certeza que vamos conquistar - afirmou.

Diego, por sua vez, destacou a falta de eficiência do Flamengo no campo de ataque. O rubro-negro tentou marcar em muitas oportunidades, mas faltou um pouco de organização quando o gol se aproximava.

- Nós sabíamos que era difícil, uma pena. Viemos aqui para vencer, independente de como foi o primeiro jogo. Nosso objetivo era hoje, faltou um pouco de eficiência, talvez. Mas nosso objetivo não foi alcançado e sem dúvida nenhuma saímos decepcionados - disse.

Outro que também falou à "Rede Globo" foi Éverton Ribeiro, que afirmou que o desempenho do primeiro jogo foi essencial para o resultado final do confronto, mas também destacou a atuação rubro-negro, focando na sequência da temporada - a equipe da Gávea está nas semi-finais da Copa do Brasil e nas primeiras posições no Campeonato Brasileiro, buscando o título.

- Nosso primeiro jogo foi muito abaixo. Se a atenção tivesse sido a mesma da do jogo de hoje, acho que isso pesou muito. Saímos fortes, é uma eliminação que a gente não queria. A gente buscou muito, até o final, agora é seguir em frente, temos o Brasileiro e a Copa do Brasil, que ainda temos chances. É manter essa mesma pegada, esse mesmo foco, que a gente tem tudo para chegar longe - falou.

Esporte