PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Veto a festa e descanso: Palmeiras não se deixa empolgar com vantagem

29/08/2018 08h00

O Palmeiras tem uma vantagem considerável para decidir a vaga nas quartas de final da Libertadores, mas Luiz Felipe Scolari e sua comissão têm trabalhado para afastar qualquer princípio de empolgação na Academia de Futebol.

Antes do treino de terça, houve uma conversa entre Felipão e os jogadores no pouco tempo em que a imprensa teve acesso à Academia de Futebol. O teor do papo não foi revelado, mas sempre que trata do jogo contra o Cerro Porteño (PAR) o técnico se recusa a considerar que a situação está encaminhada.

- Tem de ter calma. Meu torcedor que não se deixe empolgar pela imprensa. A imprensa é empolgada com 2 a 0, meu time não. Calma, pé no chão, não ganhou nada. O Cerro jogou com novo treinador, ganhou de 4 a 2, aconteceram algumas mudanças na equipe. Temos de ter muito cuidado. Este é o pensamento do meu grupo - disse Felipão, no domingo.

Até o rodízio do elenco mostra a preocupação de Scolari com o jogo. No domingo, contra o Internacional, o técnico usou a escalação alternativa contra o Internacional, rival direto no G4 - o jogo acabou empatado em 0 a 0. Boa parte do time que deve começar o jogo desta quinta teve um descanso.

Além disso, nenhum jogador esteve na festa para comemorar o aniversário de 104 anos do Palmeiras, apesar do pedido da diretoria. Felipão foi quem não deixou. E como tem acontecido desde o fim da última semana, os treinos estão sendo fechados - a imprensa pode ver apenas os primeiros minutos de aquecimento.

Com a vitória por 2 a 0 no Paraguai, o Verdão pode até ser derrotado por um gol de diferença no Allianz Parque. A torcida já comprou quase 30 mil ingressos para o jogo, e a fase alviverde é boa: já são nove partidas consecutivas sem sofrer gols; desde a volta de Felipão são cinco e dois empates.

Caso se confirme a vaga, o Palmeiras voltará a disputar as quartas da Libertadores depois de nove anos. Desde então, foram duas eliminações nas oitavas (2013 e 2017) e uma na fase de grupos (2016).

Esporte