PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Renato Portaluppi diz que alertou seus comandados sobre postura do Estudiantes

29/08/2018 01h14

Se tem alguém que aparentemente não se surpreendeu sobre o que acabou se tornando o duelo entre Grêmio e Estudiantes pela Copa Libertadores foi o técnico do time gaúcho, Renato Portaluppi.

Isso pelo menos de acordo com o que disse o próprio treinador na coletiva após a classificação nas penalidades. Segundo ele, até mesmo um conhecido ditado popular foi citado para exemplificar o que ele esperava da postura dos argentinos no embate:

- Eu disse pro meu time: Água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Eu avisei que ele iriam se fechar porque nós iríamos amassar eles. E foi recompensada a equipe que buscou o tempo todo a vitória. Eles (Estudiantes) estão de parabéns, valorizaram muito a nossa vitória. Mas é como eu falo, no momento em que se joga pra frente, da maneira que a minha equipe joga, você tem muito mais chance de vencer uma partida e foi o que aconteceu.

A respeito da questão das penalidades e as críticas na sequência de erros principalmente no Brasileirão (quatro tentativas e quatro erros), Renato relativizou a questão.

- As críticas são normais no momento em que as coisas não acontecem. Às vezes as coisas não acontecem não é por falta de treinamento, o Maicon está aqui e é prova disso de quantos pênaltis a gente treina todos os dias. Não é porque podemos ir para as penalidades em uma Libertadores ou Copa do Brasil, nós treinamos muito e temos muitos batedores. A maior prova foi contra o Atlético-PR onde o Cícero bateu muito bem e hoje (29) onde nós convertemos os cinco.

Esporte