PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Conmebol acata reclamação do Peixe e libera Sánchez para jogo na capital

28/08/2018 16h41

O técnico Cuca ganhou um reforço de última hora para a partida desta noite, no Pacaembu, em São Paulo: em decisão tomada nas últimas horas, a Conmebol decidiu acatar a reclamação protocolada pelo Santos e liberou o volante Carlos Sánchez para enfrentar o Independiente. Pela manhã, a entidade havia comunicado que o camisa 7 teria de cumprir a suspensão datada de 2015 no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores.

O clube alvinegro protocolou uma petição questionando os motivos da Conmebol a puni-lo duplamente. Em nova nota oficial divulgada no site, o Santos usou o termo Esse bis in idem punitivo para se referir a decisão que considera arbitrária. Já que já terá de reverter um placar de 3 a 0.

Mesmo com a liberação de Sánchez, o Peixe pretende entrar com recurso no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) para tentar reverter a derrota por 3 a 0. Na partida de ida, no campo, os times empataram sem gols.

Confira a resolução divulgada pela Conmebol:

Resolução

1. Fazer valer o recurso apresentado pelo Santos Futebol Clube, no dia 28 de agosto de 2018 em relação ao ponto 4 da decisão do Tribunal Disciplinar da Conmebol, datado da mesma data e, em virtude do artigo 77 letra a) do Regulamento Disciplinário da Conmebol, a suspensão de um jogo do jogador Carlos Andrés Sánchez Arcosa está cumprida. Por isso, o mesmo se encontra habilitado a disputar a Copa Libertadores.

2. Ratificar citações restantes da decisão do Tribunal Disciplinar da Conmebol.

3. Comunicar ao Departamento de Competições dos clubes da Conmebol e dos clubes afetados.

Esporte