PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Visão da rodada: briga pelo título do Brasileiro e o susto do fantasma

27/08/2018 08h00

Quem quer ser campeão, precisa fazer bem o dever de casa. E assim fez o São Paulo, neste domingo, ao vencer o Ceará, no Morumbi. Já o Internacional perdeu dois pontos preciosos ao empatar com o Palmeiras, no Beira-Rio. Tudo bem que o Verdão está evoluindo com o Felipão, mas o Colorado não podia deixar escapar esta boa chance de vitória.

Enquanto isso, o Flamengo, mesmo com os titulares, ficou no empate (2 a 2) com o América-MG, na Arena Independência. Se bem que deixou escapar os três pontos devido à expulsão de Cuéllar e as substituições de Maurício Barbieiri, colocando o time - que já tinha um jogador a menos - muito atrás. E ficou mais atrás ainda, agora, do São Paulo - quatro pontos de distância.

Mas fazer essas análises do pelotão da frente é fácil, do tipo: "Os favoritos: São Paulo, Internacional, Flamengo, Palmeiras, Grêmio...". Os outros rivais, que secam estes de cima, devem é abrir o olho. À exceção de Atlético-MG, Cruzeiro e Corinthians.

Deem um pulo na tabela de classificação aqui do site do LANCE! e vejam com seus próprios olhos, principalmente os outros três grandes do Rio de Janeiro, Vasco, Botafogo e Fluminense, e o outro gigante de São Paulo, que é o Santos. Estão todos lá falando em sonhar com a Libertadores do ano que vem - só ser for através do sonho em ser campeão da Sul-Americana, casos de Botafogo e Fluminense, e da própria Libertadores, em se tratando do Peixe.

Junto com outros grandes do futebol brasileiro, como Bahia e Atlético-PR - que, aliás, já foram campeões -, os clubes já citados no parágrafo acima estão mais perto do descenso do que do G6. É só olhar novamente a tabela. O Cruz-Maltino, neste domingo, também fez o dever de casa.

E, no próximo fim de semana, isso começará a ficar ainda mais claro. Só um exemplo: o São Paulo recebe, no Morumbi - novamente com casa cheia - o Fluminense do artilheiro Pedro. Ah, não! O melhor jogador do Tricolor carioca teve grave lesão e ficará fora 20 dias. Inclusive, deve ser cortado da Seleção Brasileira. Tensão nas Laranjeiras.

Esporte