PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Independiente chega ao Brasil ainda à espera da Conmebol; clima é ameno

27/08/2018 22h15

Sem maiores intercorrências com segurança, o Independiente chegou ao Brasil na noite desta segunda-feira e foi direto para o hotel onde ficará hospedado, em Guarulhos. Alguns torcedores acompanharam a chegada dos jogadores e amarram faixa de apoio na entrada do hotel. O treinador Ariel Holan concedeu entrevista coletiva e disse esperar por um jogo aberto com o Santos. A partida acontece nesta terça-feira, às 19h30, no Pacaembu, e ainda não se sabe qual é o resultado do jogo de ida - a Conmebol ainda não divulgou o resultado do julgamento envolvendo o volante Carlos Sánchez.

- Eu trato de treinar o meu time e me preocupar com o jogo de futebol e nada mais. Não sei qual o resultado, nenhum de nós ficou sabendo, mas estamos concentrados para fazer um bom jogo. Agora é ajustar os detalhes finais para a partida. Temos o nosso estilo próprio de jogo e se algo mudar, é por alguma necessidade de melhorar e não por esse tema (do julgamento) - ponderou o treinador, e completou:

- Na Argentina, Santos jogou um pouco mais atrás, um pouco mais fechado. Creio que isso vai mudar amanhã, vão para cima, buscar o resultado. Creio que será um jogo um pouco mais aberto, com mais chances de gol. Estamos preparados.

Solícitos, os jogadores atenderam a todos os torcedores que pediram fotos e autógrafos. Nesta terça-feira, alguns suplentes farão um treino leve no hotel pela manhã. A saída da delegação ao estádio está prevista para às 17h, quando certamente a decisão da Conmebol já será conhecida por todos. Questionado, o "Yoyo" Maldonado, diretor do clube, disse que tudo correu como o esperado e que não há novidades a respeito do caso.

Caso o Santos seja punido pela Conmebol pela escalação de Carlos Sánchez na partida de ida, o volante estará liberado para jogar, mas o Peixe perderá o primeiro jogo por 3 a 0. Assim, teria de fazer outros três em casa para conseguir levar a decisão aos pênaltis.

Esporte