PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem pressa: Dirigente do Grêmio mantêm calma sobre análise de Marinho

26/08/2018 17h50

Contratado para ser mais uma das forças ofensivas no Grêmio, o atacante Marinho ainda não conseguiu encher os olhos do torcedor e seus números demonstram claramente isso. Afinal, são 10 jogos e apenas um gol feito com a camisa do Tricolor Gaúcho.

Porém, pelo menos de acordo com o que declarou o diretor de futebol gremista, Alberto Guerra, não se pode creditar o revés para o Atlético-PR ou mesmo outros resultados negativos do time "reserva" unicamente pelo atual nível de Marinho.

Para dar suporte a sua opinião, Alberto mencionou como foi difícil para o zagueiro Pedro Geromel se consolidar como titular e "ganhar moral" no clube, sendo por muitas vezes questionado ao chegar a equipe de Porto Alegre em 2014:

- Não vamos individualizar. O Grêmio entrou em campo, o Grêmio que se apresenta com time alternativo ou titular. O Marinho chegou recentemente, está entrando aos poucos. Temos convicção que vai dar retorno. Muitos jogadores chegaram nessas condições e custaram a dar seu valor. O grande caso foi o Geromel, que quando chegou foi motivo de piada e hoje é o melhor zagueiro brasileiro em atividade.

Esporte