PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em seu aniversário, Verdão empata com o Inter e mantém defesa 'zerada'

26/08/2018 17h58

Com um time misto, como normalmente tem feito Felipão, e no dia em que completa 104 anos, o Palmeiras não saiu do 0 a 0 com o Internacional, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Melhor para o Verdão que, além de se aproximar do próprio Colorado, agora soma nove jogos sem tomar gols e conseguiu manter a incivilidade de Felipão. Em sete jogos com o treinador, são cinco vitórias e dois empates. O time gaúcho agora é o vice-líder da competição.

Quarto colocado do Brasileirão, após a disputa desta 21ª rodada, o Palmeiras agora volta suas atenções para a Libertadores. Na quinta, o rival será o Cerro Porteño-PAR, no Allianz Parque. Em terceiro, o Inter tem a semana livre para depois visitar o Cruzeiro, em Minas.

Mistão no Sul

Felipão manteve o rodízio em seu elenco e colocou em campo um time misto no Sul. Dracena e Dudu, suspensos, e Felipe Melo e Borja nem sequer viajaram com o elenco. Chance de ouro para os demais. Confiante, Deyverson tentou mostrar que o professor acerto e teve bons chutes a gol. Mas foram as duas chances de Jean a levarem mais perigo ao gol de Marcelo Lomba. Zerado e organizado, o Verdão dominou as ações.

Coube ao Inter a missão de achar os espaços diante da forte marcação palmeirense. Foi com Nico López que o Colorado quase abriu o placar, em chute que quicou nas mãos do goleiro Weverton, mas não entrou.

Por milagre

A etapa complementar no Beira-Rio foi mais movimentada no banco de reservas do que em campo. Os dois treinadores fizeram substituições que mexeram com o andamento da partida. O jogo, embora truncado e de muita marcação, reservou bons lances para os dois lados, além de um duelo particular entre Rossi e Marcos Rocha pela ala. Temperatura alta, mas não explosiva.

O rendimento do Internacional cresceu com as entradas de Camilo e D'Aleassandro. Da pequena área, Cuesta teve ótima chance de cabeça para abrir o placar, mas esbarrou no bom posicionamento de Weverton, que fez excelente defesa. O goleiro do Verdão sofreu durante todo o jogo com dores na parte interna da coxa direita, mas não foi substutído.

O Palmeiras até ensaiou certa pressão em cima do Inter nos minutos finais do jogo, principalmente com boas subidas de Lucas Lima ao ataque. O camisa 20, porém, teve bastante dificuldade na conclusão das jogadas e não conseguiu tirar o zero do placar em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 x 0 PALMEIRAS

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data-Hora: 26/8/2018, às 16 horas

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

Auxiliares: Luiz Cláudio Regazone e Carlos Henrique Cardoso de Souza (ambos do Rio de Janeiro)

Público/renda: 43 mil pagantes

Cartões amarelos: Gustavo Gómez (39'/1°T), Rodrigo Moledo (5'/2°T), Diogo Barbosa (10'/2°T), Marcos Rocha (12'/2°T)

Cartões vermelhos: -

Gols: -

INTERNACIONAL: Lomba; Zeca (D'Alessandro, aos 29'/2ºT), Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Nico López, Edenílson, Patrick e Rossi (Camilo, aos 17'/2ºT) ; Jonatan Alvez (Brenner, aos 25'/2ºT). Técnico: Odair Hellmann.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Victor Luis (Diogo Barbosa, no intervalo); Thiago Santos, Jean e Lucas Lima (Bruno Henrique, aos 45'/2ºT); Hyoran (Willian, aos 31'2ºT), Moisés e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Esporte