PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Diego celebra 'sonho de criança' e a 'Escola de Goleiros' do Botafogo

26/08/2018 17h25

As dores musculares de Saulo, que é o terceiro goleiro do Botafogo, fizeram Diego, o quarto na hierarquia, ter oportunidade. Contra o Sport, o jovem de 20 anos teve a primeira oportunidade pela equipe principal do Glorioso. E celebrou a ocasião, principalmente sem ter levado gols.

- Creio que foi um bom jogo. Na minha avaliação, participei bem. Fui pego um pouco de surpresa, mas acho que temos que estar preparados. Busquei pegar referência com o Jefferson, com o Gatito e com o Saulo, que me passaram calma - revelou, antes de explicar a ausência do concorrente:

- O Botafogo tem uma escola muito boa de goleiros. O Saulo vinha bem, mas sentiu um desconforto na coxa e preferiram dar uma poupada para jogos importantes que teremos.

A tal "Escola de Goleiros" é comandada pelos preparadores da posição do time principal, Flávio Tênius e Jorcey Anísio. Mas também conta com profissionais elogiados nas divisões de base - no jogo deste sábado, Andrew, de 17 anos, ficou no banco de reservas. Assim como Diego, também formado no clube.

- Sem dúvida tem friozinho na barriga tem, é um sonho de criança, mas as orientações foram muito boas. Busco prestar atenção quando Flávio e Jorcey orientam. E estão fazendo bom trabalho, porque quatro goleiros jogaram este ano e fizeram bom trabalho em campo. Na base, o Marcelo e o Léo são os preparadores. Não é à toa que o Andrew está aqui em cima. É muito bom ver essa escola de goleiros - valoriza.

Esporte