PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cuéllar é expulso e Flamengo sofre empate no fim contra o América-MG

26/08/2018 18h03

Vencer, vencer e... vencer. Esse era o lema do Flamengo no Independência. Mas a expulsão de Cuéllar complicou a equipe de Barbieri, que acabou castigada no final. América-MG e Flamengo ficaram no 2 a 2 neste domingo. Everton Ribeiro e Paquetá marcaram pelo Rubro-Negro, com Rafael Moura e Gerson Magrão balançando a rede pelo mandante

Com 41 pontos - quatro atrás do líder São Paulo - o Flamengo perdeu a chance de se aproximar do topo. O próximo compromisso pelo Brasileirão será contra o Ceará, no Maracanã. Agora, a equipe vira a chave. Na próxima quarta-feira, o duelo é contra o Cruzeiro, no Mineirão, pelo jogo de volta da Libertadores.

Coelho melhor e... gol do Fla

Nos dez minutos iniciais, os mandantes começaram melhor, com finalizações de Giovanni e triangulações nas costas de Rodinei. Mas, após bronca de Barbieri, o Rubro-Negro se soltou e logo abriu o placar. Aos 14, Renê cortou para o meio, fez excelente cruzamento - com a direita - na cabeça de Everton Ribeiro, que ganhou de Carlinhos e colocou no canto de João Ricardo: 1 a 0.

He-man tem a força

A equipe de Adilson Batista continuou em cima, se aproveitando de um meio-campo acuado, que deixava muitos espaços por parte do Flamengo. Oito minutos depois do tento rubro-negro, Wesley cruzou da intermediária e Rafael Moura ganhou de Léo Duarte para cabecear, sem chances para Diego Alves, igualando o marcador: 1 a 1. O centroavante é o maior carrasco rubro-negro no século XXI, marcando 11 gols - por seis clubes diferentes - diante do Flamengo.

Quase, Vitinho!

As duas grandes chances do Flamengo no primeiro tempo foram com Vitinho: na primeira, João Ricardo saiu mal do gol e o camisa 14 chutou fraco, com a zaga mineira cortando. Na outra, Vitinho recebeu aberto, pela esquerda, cortou para o meio e finalizou forte, obrigando João Ricardo a fazer grande defesa. O camisa 14 ainda procura o seu primeiro gol pelo Flamengo.

Bola aérea... e Paquetá decide

Enquanto o América-MG se fechou, o Flamengo voltou para o segundo tempo procurando a vitória. Contudo, as chances mais perigosas vinham pelo alto, com Réver sendo um perigo constante nos escanteios. Aos 16, o Rubro-Negro furou a retranca rival: Everton Ribeiro - o principal nome do jogo - fez jogada pela direita e cruzou na medida para Paquetá, que se antecipou a Matheus Ferraz e marcou o gol. O Flamengo parecia encaminhar os três pontos.

Expulsão e castigo no final

O panorama do jogo se alterou completamente com a expulsão de Cuéllar, ao matar contra-ataque puxado por Robinho. O Flamengo se acuou - até pelas circunstâncias do jogo - e povoou o meio-campo, com Piris da Motta e Willian Arão. E o castigo veio no final. Em falta cometida por Léo Duarte, Marquinhos acertou a trave de Diego Alves. No rebote, Gerson Magrão cabeceou sozinho, empatando o jogo de forma dramática. O Flamengo sai com o sentimento de derrota, após um empate sofrido aos 41 da etapa final, no Independência.

FICHA TÉCNICA:

?

AMÉRICA-MG 2 X 2 FLAMENGO

Estádio: Independência, em Belo Horizonte (BH)

Data: 26/8/2018, às 16h

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Público/Renda: 12.877 presentes / R$ 166.008,00

Cartões amarelos: Leandro Donizete, Carlinhos e Paulão (AMG); Henrique Dourado e Léo Duarte (FLA).

Cartão vermelho: Cuéllar (FLA)

Gols: Everton Ribeiro, aos 14'/1ºT (0-1); Rafael Moura, aos 22'/1ºT (1-1); Lucas Paquetá, aos 16'/2ºT (1-2); Gerson Magrão, aos 41'/2ºT (2-2)

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Aderlan, Matheus Ferraz, Paulão e Carlinhos; Leandro Donizete, Juninho (Matheusinho, 22'/2ºT), Wesley (Marquinhos) e Giovanni (Robinho, 12'/2ºT); Gerson Magrão e Rafael Moura - Técnico: Adilson Batista

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá e Diego (Rhodolfo, 38'/2ºT); Everton Ribeiro, Vitinho (Willian Arão, 29'/2ºT) e Henrique Dourado (Piris da Motta, 22'/2ºT) - Técnico: Maurício Barbieri

Esporte