PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bragantino empata com o Náutico, mas garante vaga na Série B

26/08/2018 20h27

Dia de festa em dobro para o Bragantino. Em data de comemorações pelos 28 anos da conquista do Paulistão de 1990, a equipe teve mais um motivo para festejar: a classificação para a Série B do Campeonato Brasileiro em 2019. Depois de vencer o Náutico por 3 a 1 no primeiro confronto das quartas de final, o Alvinegro precisou apenas do empate em 1 a 1 deste domingo para assegurar a vaga diante de um grande público na Arena de Pernambuco. Se a festa é grande de um lado, por outro, o Náutico vai continuar amargando com a permanência na terceira divisão.

Apesar de já estar classificado para a segunda divisão, o Bragantino ainda tem mais jogos a disputar pela Série C e encara o Operário-PR pelas semifinais. Os confrontos ainda não tiveram datas divulgadas pela CBF, mas já se sabe que o primeiro será realizado em Bragança Paulista e o segundo em Ponta Grossa-PR.

O JOGO

Dependendo de uma série de gols para continuar na briga pela classificação, o Náutico entrou em campo mostrando um jogo ofensivo, mas pagou caro pelo desperdício de chances. Logo aos quatro minutos, Assis protagonizou a primeira falha e foi seguido por Josa, Camutanga, Ortigoza e Dudu, que mandou uma bomba na direção de Alex Alves e não abriu o placar por um fio. Do outro lado, sem muito o que temer, o Bragantino marcou seu único gol do jogo a partir de erro da defesa do rival, um vacilo bem aproveitado por Matheus Peixoto, que deu um lindo cabeceio aos 32 minutos.

Vendo a vaga cada vez mais distante, o técnico Márcio Goiano sacou o volante Josa para a entrada do meia Wallace Pernambucano, mas o predominante nervosismo acabou afetando o time, que teve sua última chance em cabeceio de Sueliton para fora. Apesar do primeiro tempo ruim, o Timbu saiu de campo aplaudido pelos torcedores alvirrubros.

Um pouco mais concentrado, o Náutico voltou com outra postura para o segundo tempo. O time até conseguiu realizar boas jogadas, mas novamente foi prejudicado pelos erros nas finalizações, tendo sua melhor oportunidade aos 22 minutos, quando Adenilson tocou o braço na bola dentro da grande área e garantiu pênalti para o Náutico. Na cobrança, Wallace Pernambucano não foi páreo para Alex Alves, mas ainda conseguiu se redimir marcando o gol de empate aos 38 minutos. Porém, já era tarde para o resultado ser modificado.

Sem mais jogos oficiais para disputar em 2018, o Náutico entra em um longo período de férias mirando o início do Estadual, competição para a qual o time deve começar a se preparar em dezembro.

Esporte