PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com gol de mão e trave salvadora, Manchester City empata no Inglês

Reuters/Carl Recine
Imagem: Reuters/Carl Recine

25/08/2018 10h24

Ah, se tivesse o VAR... Na abertura da terceira rodada da Premier League, o Wolverhampton recebeu o Manchester City, no Molineux Stadium, na manhã deste sábado, e fizeram um dos jogos mais legais do campeonato até aqui. Os Lobos conseguiram roubar um ponto dos Citizens com um empate por 1 a 1. Boly, de mão, marcou para os donos da casa e Laporte deixou o seu para o City.

WOLVERHAMPTON MOSTRA FORÇA

Apesar de jogar em seus domínios, os Lobos não se intimidaram em jogar contra o atual campeão da Premier League. Empurrado pelos torcedores presentes no Molineux, os Wolves criaram boas oportunidades e chegaram a balançar as redes. Após boa jogada de Diego Jota, Raul Jimézes chegou a marcar um gol para os donos da casa, mas foi anulado por impedimento.

RESPOSTA EM DOIS MINUTOS

Após o susto de tomar um gol, coisa que não é tão comum assim para os Citizens, a trave foi o principal obstáculo do time de Pep Guardiola. No lance seguinte ao gol anulado do Wolverhampton, Aguero finalizou de fora da área e parou no poste. Um minuto depois, Sterling soltou um petardo de longa distância, Rui Patrício fez uma defesa absurda e a bola resvalou no travessão.

CHAMA O VAR, CITY!

Na volta do intervalo, o Wolverhampton foi pra cima dos Citizens. Após ter grande chance de abrir o placar com Hélder Costa, que parou em grande defesa de Ederson, Boly aproveitou cruzamento perfeito de João Moutinho para abrir o placar. O que o árbitro não viu é que o toque do zagueiro para o gol foi com a mão. O lance poderia ter sido anulado, mas a Premier League vetou o uso do VAR nesta temporada, ao contrário das outras grandes ligas europeias.

NA PRESSÃO, CITIZENS SALVAM UM PONTO

Correndo atrás de diminuir o prejuízo, os comandados de Pep Guardiola buscaram sair com pelo menos um empate da viagem à região central da Inglaterra. Em cobrança de falta lateral de Gundogan, Laporte finalizou para gol com uma cabeçada potente, indefensável para Rui Patrício.

A TRAVE ATRAPALHOU

Na segunda etapa, o poste continuou a parar o Manchester City. No último lance da partida, Aguero teve cobrança de falta para virar o placar à favor dos Citizens. Entretanto, a baliza apareceu de novo para impedir a vitória dos comandados de Guardiola. Um ponto para cada lado.

FICHA TÉCNICA

WOLVERHAMPTON 1x1 MANCHESTER CITY

Local: Molineux Stadium, Wolverhampton (ING)

Data-hora: 25/08/2018, 8h30 (de Brasília)

Árbitro: Martin Atkinson (ING)

Cartões Amarelos: Coady 41'/1T (WOL) / Kompany 12'/1T; Silva 15'2T (MCI)

Gols: Boly 12'/

WOLVERHAMPTON: Rui Patrício; Bennett, Coady, Boly; Doherty, João Moutinho, Ruben Neves, Castro (Vinagre); Helder Costa (Adama Traoré), Jota; Raul Jiménez.

Técnico: Nuno Espírito Santo

MANCHESTER CITY: Éderson; Walker, Kompany, Laporte, Mendy; Fernandinho, David Silva, Gundogan (Sané); Bernardo Silva (Gabriel Jesus), Sterling (Mahrez), Aguero

Técnico: Pep Guardiola

Esporte