PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Pedrinho relata cobrança de Andrés: "falou o que precisávamos ouvir"

Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

24/08/2018 17h55

Após a derrota para o Fluminense, o presidente Andrés Sanchez cobrou o elenco do Corinthians. Dois dias depois, Pedrinho disse que foi positiva a conversa do dirigente com os jogadores.

"Ele é um cara muito claro, sempre nos cobra. Falou o que precisávamos ouvir. Não vínhamos de bons resultados, o presidente sempre quer o melhor para o clube e nos cobrou bastante. Aquilo que ele falou nós guardamos, e vamos fazer as coisas acontecerem", afirmou Pedrinho, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O meia-atacante também comentou o fato de Andrés Sanchez ter falado que a prioridade do Corinthians nesta temporada é a Copa do Brasil. O clube está na semifinal e enfrentará o Flamengo, além de estar nas oitavas de final da Libertadores e na oitava colocação do Brasileirão.

"Como o presidente falou, claro que a Copa do Brasil é algo que estamos almejando, faltam poucos jogos, vamos enfrentar o Flamengo que é uma grande equipe. No Brasileiro temos que dar prioridade porque é um campeonato muito importante, e na sequência vem a Libertadores. O Corinthians entra para vencer em todas as competições. Não é porque a Copa do Brasil é prioridade que vamos jogar menos no Brasileiro", disse.

Neste sábado, o Corinthians enfrenta o lanterna Paraná, pela 21ª rodada do Brasileirão. Pedrinho quer uma boa atuação para dar confiança ao time para o jogo de quarta-feira, contra o Colo-Colo (CHI), pela volta das oitavas de final da Libertadores. No duelo de ida, a equipe chilena venceu por 1 a 0.

"Não queremos só um bom resultado, e sim uma grande partida para nos fortalecer para quarta-feira. É importante cada um colocar o seu melhor. Se está colocando, tem que colocar ainda mais. Ninguém tem dúvida da qualidade. É acreditar mais que as coisas vão acontecer", declarou Pedrinho.

Esporte