PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Hora de virar! Chape foca no segundo turno para se recuperar no Brasileiro

23/08/2018 12h27

Se a Chapecoense ainda quer alguma coisa no Campeonato Brasileiro, a hora é essa. Com reformulações no comando técnico e na diretoria, o Verdão do Oeste pode apostar nas novas composições para crescer na competição nacional. No momento, o clube está na 15ª posição, com 21 pontos somados. O que corresponde a 36,8% de aproveitamento.

Como o duelo contra o Atlético-PR foi adiado para 13 de setembro, o compromisso que pode começar esta reação será com o Vasco, no domingo, pela primeira partida do returno da competição. Depois de enfrentar os cariocas, encara o Palmeiras, na Arena Condá.

Um fator que o clube catarinense tem que manter é o rendimento junto à fanática torcida. A casa se tornou o verdadeiro trunfo para o time com nove partidas disputadas, em Chapecó. Foram quatro vitórias, cinco empates e nenhuma derrota, o que mostra a sua força. O triunfo mais vibrado foi em embate com o Flamengo, que começou na frente, mas cedeu ao final para Chapecoense.

Fora de casa, o problema se evidencia. Foram dez jogos, com seis derrotas, quatro empates e nenhuma vitória. Este rendimento, terá que ser alterado rapidamente para lutar para algo maior na competição nacional. O revés mais dramático foi exatamente contra o Atlético-PR, que aplicou 5 a 1, na primeira rodada.

O novo diretor executivo da Chapecoense, André Figueiredo, afirmou que a equipe está em evolução na disputa. Além disso, confirmou que pegar uma equipe com um trabalho encaminhado é um desafio, por colocar uma nova filosofia.

- Não tem como planejar uma equipe com o Campeonato Brasileiro já em andamento, ou seja, o time já está montada, nós temos mais oito dias de janela. Temos que administrar essa equipe que tem. Por isso, que pegar um trabalho no meio é um desafio, mas tem que se organizar, a gente dar força a esse grupo. Na últimas três partidas, já houve um crescimento, sem fazer comparação com a outra comissão. Mas é uma equipe que está em momento de evolução - disse ao LANCE!

O novo comandante do Verdão, Guto Ferreira, afirmou que o objetivo do clube é chegar à Copa Sul-Americana, mas para isso terá que reverter à atual situação no Campeonato Brasileiro.

- A pontuação de segurança é 46 para fugir do rebaixamento, mas temos que está tentos ao mercado, em termos de manutenção. Já a Sul-Americana, precisamos pontar 30 pontos, chegando a 50, 51 somados. É isso que pretendemos e ficar na primeira página da tabela, mas não é o que acontecendo ainda, porém estamos trabalhando para reverter esta situação - disse o treinador.

Os recém-contratados: Yann Rolim, Edgardo Orzusa, Rafael Pereira, Victor Andrade e Diego Torres podem ajudar a equipe na segunda metade da competição. Entretanto, o treinador terá que ajustar algumas posições das equipes para que possam ter bom rendimento dentro dos gramados e atingir o objetivo da Chapecoense.

Mesmo com o momento não muito confortável na tabela, os dirigentes estão otimistas para o returno do Campeonato Brasileiro. Contudo, não almejam tanto por conta do investimento com relação aos outro clubes que disputam a competição.

Esporte