PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bandeira também critica situação do Maracanã: 'Gramado de várzea'

23/08/2018 23h34

Além de Diego, autor do gol, e do treinador Maurício Barbieri, outro membro do Flamengo que voltou a criticar as condições do Maracanã após o triunfo por 1 a 0 sobre o Vitória pelo Brasileirão foi Eduardo Bandeira de Mello.

Na zona mista, o atual presidente do Flamengo criticou fortemente o gramado do Maracanã, que é considerado um dos maiores estádios da história do futebol nacional e internacional.

- Não dá para gente ter um estádio maravilhoso como esse, um dos templos do futebol, e ter um gramado absolutamente medíocre, um gramado de várzea - disse.

Por outro lado, Bandeira afirmou que existe uma promessa vinda do consórcio sobre uma possível reforma do Maracanã, visando o melhor para o próprio Flamengo e para o Fluminense, que também coloca seus jogos no estádio.

- Temos discutido, o Fluminense também joga no Maracanã e temos a promessa de que essa semana vai começar uma reforma radical no gramado. O Flamengo tem dois jogos fora de casa agora e depois quando a gente voltar a impressão é de que o Maracanã terá uma nova cara - afirmou.

Por fim, o mandatário do clube da Gávea comentou sobre o novo contrato fechado com o consórcio do Maracanã e deu um 'conselho', falando que a melhor solução é que o rubro-negro tenha um completo controle sobre o estádio nesse novo acordo.

- É um novo contrato, como todos noticiaram. Houve a tramitação desse contrato pelo conselho deliberativo, não é ideal ainda. Acho que todos concordam que, e não só falando como rubro-negro, mas como cidadão carioca, como contribuinte, que a melhor solução definitiva para o Maracanã vai ser uma nova licitação em que os clubes possam participar e o Flamengo possa emergir desse novo processo como concessionário e aí nós teríamos responsabilidade de tudo, inclusive sobre o gramado. Hoje em dia, nós estamos contando com a boa vontade do consórcio e temos certeza que ele vai nos atender - completou.

Esporte