PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Aguirre reprova primeiro tempo, mas diz: 'Não se pode ganhar sempre'

22/08/2018 22h07

Diego Aguirre deixou a Vila Capanema reclamando do desempenho do São Paulo no primeiro tempo do empate por 1 a 1 com o Paraná, que fez a vantagem sobre o vice-líder Internacional cair de três para um ponto, mas evitando lamentar muito e já focando na partida contra o Ceará, domingo.

- No primeiro tempo não fomos nós, não jogamos como podemos jogar, não tivemos controle da bola. Só foram duas situações de gol. No segundo tempo melhoramos. Como não pudemos ganhar, ficamos com essa sensação. Não de derrota, porque não foi uma derrota, mas com essa sensação de que deixamos escapar dois pontos importantes - disse o treinador uruguaio.

Ironicamente, o gol de Nenê saiu no primeiro tempo, logo aos oito minutos. A outra chance citada por Aguirre foi de Diego Souza, de bicicleta, pouco antes do gol de empate. No segundo tempo, o time tomou a iniciativa e criou muito mais, mas não conseguiu fazer 2 a 1.

- No segundo tempo jogamos bem. Perdemos chances, não tivemos efetividade de fazer os gols que normalmente fazemos, mas faz parte, não se pode ganhar sempre. Especialmente jogando fora de casa pode acontecer isso. Obviamente viemos buscar a vitória, mas hoje não foi - emendou Aguirre.

- No segundo tempo mereceríamos (o gol), porque tivemos situações claras, voltamos a jogar como podemos. Lamentavelmente perdemos quatro ou cinco situações muito claras, então deixamos escapar dois pontos importantes. Mas, como falei, não se pode ganhar todos os jogos. Temos que rapidamente pensar no domingo, um jogo em casa. A torcida vai lotar o Morumbi e temos que focar ao máximo para ganhar e manter a liderança - completou.

Já foram vendidos 52 mil ingressos para o jogo contra o Ceará, às 11h de domingo, pela segunda rodada do returno.

Esporte