PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Confiança, elogios e gols: Deyverson ressurge no Palmeiras de Felipão

Deyverson tem três gols marcados na temporada - TIAGO CALDAS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Deyverson tem três gols marcados na temporada Imagem: TIAGO CALDAS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

21/08/2018 06h00

A chegada de Felipão ao Palmeiras deu ânimo novo ao elenco. Em especial, um dos atletas passou a melhorar seu rendimento com o novo treinador: o centroavante Deyverson, com três gols marcados na temporada, todos sob o comando de Luiz Felipe Scolari. Feliz e otimista em relação ao futuro, o atacante de 27 anos ganhou elogios do comandante, aumentou a confiança e vive, de fato, uma fase nova do Verdão.

Um dos motivos que têm feito Deyverson brilhar no Verdão é o fato de Felipão usar escalações mistas no Palmeiras, rodando o elenco e colocando praticamente todo mundo para jogar. O treinador gosta de jogar com centroavante e, assim, aos poucos, o carioca se aproveita das brechas para voltar a convencer. Nas redes sociais, boa parte da torcida já se rendeu à boa fase do avançado, dando apoio.

Dois dos gols de Deyverson saíram justamente nessas "brechas" dadas pelo professor. No último domingo, contra o Vitória, ambos os tentos foram marcados no primeiro tempo: um de fora da área e outro de cabeça. Repertório de quem promete brigar pela vaga no time quando a chance aparecer. Antes, já havia marcado o gol da vitória contra o Vasco.

"O Deyverson precisava de confiança, muitas vezes a gente dá, a pessoa assume, cresce, passa a fazer algumas coisas com mais qualidade e aí se desenvolve. Foi o que aconteceu com o Deyverson", disse Felipão, pouco depois da partida contra o Vitória.

Nesta quarta-feira, porém, a tendência é que o centroavante tenha de esperar para jogar. Contra o Botafogo, no Allianz Parque, a tendência é que o técnico volte a usar seu time titular. Com isso, quem deve ser a referência no ataque é Miguel Borja, dono de outros cinco gols marcados pelo Verdão desde a chegada do novo treinador - nenhum tento foi sofrido nos cinco jogos.

Esporte