PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Enganche' e fã de Romero: Araos se apresenta no Timão; Loss comemora

31/07/2018 18h39

O Corinthians apresentou nesta terça-feira o meia Ángelo Araos, de 21 anos. Ainda com bastante dificuldade para entender português, o garoto se definiu como um "enganche", expressão usada em espanhol para definir o jogador capaz de ligar o meio-campo com o ataque. Em entrevista coletiva na sequência da apresentação do meia, o técnico Osmar Loss deu pistas de como pretende usá-lo em campo e vibrou a versatilidade do novo reforço.

E para cair nos braços da Fiel, o novo jogador já mandou seu recado durante sua primeira entrevista coletiva:

- Meu ídolo? O Romero! Ótimo jogador - disse, aos risos.

- Tivemos uma conversa bacana com ele, posicionamos no campo. Ele é versátil. Ele deve ter falado como gosta de jogar. Joga pelo centro do campo. Pelos dois lados, joga como segundo volante. Liga o ataque com o meio-campo.Vamos usá-lo do meio para frente. Ganhamos recursos. Ele está entre os pré-relacionados - ponderou Loss, feliz com o novo reforço.

- Corinthians é o maior da América, muito grande. Vou conhecer mais aos poucos, estou motivado. Fui muito bem recebido. Estou muito feliz, vou dar o melhor de mim. Sou versátil, sou jogador de recuperação. Sou aguerrido e vou demonstrar isso em campo - disse o garoto, que se mudou para o Brasil com a esposa e com a filha.

Recém-contratado, o jogador foi regularizado e poderá fazer sua estreia já nesta quarta-feira, em partida contra a Chapecoense, válida pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

- Não sei se estou relacionado ou não, mas tenho vontade e quero jogar. Quero demonstrar para minha família, para a torcida, o melhor de mim. De pouco a pouco, vou aprendendo. Ainda não sei falar, mas sei entender. A comunicação no gramado será natural. É um salto muito duro, mas é um salto que quero dar, aspirar mais. Minha família está feliz. Minha esposa, minha filha, quero que se orgulhem de mim - disse, e completou:

- Sou volante, gosto de recuperar a bola, chegar na área. Sou aguerrido, essas são minhas características. Vim para deixar tudo no campo, vim para isso.

Saída do Chile foi "dura"

O jogador de 21 anos foi contratado da Universidad de Chile, em empréstimo de um ano e compra automática com contrato de mais quatro temporadas. Formado nas categorias de base do clube chileno, o jogador admitiu que a saída do Chile foi difícil. O próprio clube o queria por mais tempo.

- Foi uma saída muito dura, gosto muito da Universidad de Chile. Mas creio que foi um grande passo na minha carreira. Vou deixar o melhor de mim em cada jogo e em cada treino - finalizou.

Esporte