PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Enderson Moreira lamenta desatenção do Bahia e critica a arbitragem

30/07/2018 22h54

Na noite desta segunda-feira, o Bahia passou um verdadeiro sufoco diante do Atlético-MG, na Arena Fonte Nova. A equipe ficou duas vezes atrás do marcador, mas na raça conseguiu o empate e saiu da zona de rebaixamento.

Na entrevista coletiva, o técnico Enderson Moreira gostou do que viu em campo, porém alertou para a desatenção nos minutos iniciais da primeira etapa.

"Acho que a gente está em um processo de evolução. A gente mereceu muito. Pagamos pelos seis minutos. No resto, foi uma equipe atacando contra outra se defendendo. Empate quem pode comemorar é o Atlético-MG", analisou.

O comandante do Tricolor também falou sobre a arbitragem e lamentou a falta de critério da arbitragem ao longo do jogo. Na visão de Enderson, o Bahia foi prejudicado na segunda etapa quando não teve um pênalti marcado a seu favor após o zagueiro do Galo cortar um cruzamento com a mão.

"O que eu acho é uma facilidade de marcar situações para alguns adversários e dificuldade para marcar para outros. A bola na mão é sempre complicada. O VAR pode minimizar muito essas questões. O que a gente quer é que tenha justiça".

"Nós fomos muito criticados contra o Vasco. Cadê as críticas contra o Atlético-MG? Fez cera desde os cinco minutos. Não quiseram o jogo. Victor foi tomar amarelo depois da quarta vez que segurou o jogo", completou.

Agora, o Bahia deixa de lado o Brasileirão e foca na Copa do Brasil. Na quinta-feira, o Esquadrão de Aço recebe o Palmeiras, pelo jogo de ida do torneio.

Esporte