PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jefferson recebe alta, mas terá de usar proteção cervical após grave lesão

Buda Mendes/Getty Images
Imagem: Buda Mendes/Getty Images

27/07/2018 16h15

Terceiro jogador com mais partidas disputadas na história do Botafogo, o goleiro Jefferson teve uma melhora expressiva após a realização de duas tomografias por conta de uma lesão no tórax e recebeu alta do hospital nesta sexta-feira (27), conforme previa o departamento médico do clube.

Por conta da gravidade da lesão, que ocorreu após um choque com Lucas Paquetá na partida contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, Jefferson terá de usar uma proteção na região cervical por aproximadamente duas semanas e ficará afastado dos gramados até o fim de agosto ou começo de setembro. O goleiro será reavaliado na próxima semana para saber quando poderá retornar aos treinamentos.

Os problemas de lesão continuam, por ora, para o treinador Marcos Paquetá na meta do clube de General Severiano. Titular da posição, o paraguaio Gatito Fernandez já treina com bola, mas só deve ter condições de jogo em cerca de dez dias.

Dessa maneira, o jovem Saulo, criado nas categorias de base do clube, continuará como titular do gol alvinegro para as próximas partidas, contra Internacional e Santos, ambas válidas pelo Campeonato Brasileiro, competição que o Botafogo ocupa a décima posição, e o duelo de ida contra o Nacional-PAR, pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

Outra novidade que surge com esses problemas é a chance de Diego, atual titular da equipe sub-20, ocupar a vaga de reserva de Saulo. O goleiro de 19 anos foi inscrito para a sequência da Copa Sul-Americana - assim como no ano passado, quando esteve na listagem da Copa Libertadores.

Esporte