PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Chulapa descarta assumir o Santos e se diz triste por saída de Jair Ventura

26/07/2018 00h54

Diante do Flamengo, o Santos fez uma de suas melhores partidas na temporada já sem Jair Ventura e sob o comando de Serginho Chulapa que, mais uma vez apareceu para apagar um incêndio no clube no empate em 1 a 1 com os cariocas. No entanto, essa ajuda do ex-jogador continuará sendo apenas circunstancial, já que ele não pretende assumir a equipe.

- Tem que vir outro treinador, para mim não dá, não. Fazia tempo que eu não passava uma situação dessa. Tem pessoas que pode ficar e ajudar. Vamos procurar fazer o melhor, mesmo não estando no banco, para conseguir os três pontos - afirmou em coletiva após a partida desta quarta-feira.

Serginho diz preferir estar sempre pronto para ajudar quando necessário e comentou o quanto a volta ao comando do time dentro de campo mexeu com seus sentimentos pelo clube.

- A gente ajuda. Estou aqui há mais de 20 anos. Chamou pra ajudar? A gente ajuda. A volta foi complicada, você se envolve de novo, né? É meu time do coração. Chamou pra ajudar a gente está à disposição - contou.

Quando falou da saída de Jair Ventura, porém, Chulapa revelou tristeza com o que aconteceu, mas preferiu não se alongar nos comentários, limitando-se apenas a constatar a situação dos treinadores no país.

- Fiquei triste de o Jair ter saído. Agora que vai chegar os reforços, né? Mas futebol é resultado. O Brasil todo é assim. Eu não posso opinar, preciso ficar longe disso. A diretoria sabe o que faz - concluiu.

O Santos volta a campo neste domingo, às 19h, para enfrentar o América-MG, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 16ª Rodada do Brasileirão-2018.

Esporte