PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nenê e Hudson voltam a treinar com elenco antes de viagem do São Paulo

25/07/2018 11h49

A imprensa só pôde acompanhar os primeiros 15 minutos do treino do São Paulo na manhã desta quarta-feira, no CT da Barra Funda. Mas foram suficientes para ver que, como programado, Nenê e Hudson não serão desfalque na partida marcada para as 19h30 desta quinta-feira, contra o Grêmio, em Porto Alegre (RS).

O meia e o volante tinham sido poupados do treino de terça-feira porque apresentaram um alto nível de desgaste após a vitória sobre o Corinthians, no sábado, e apenas deram voltas no campo e recuperação física no Reffis. Mas, nesta quarta-feira, participaram sem qualquer limitação do aquecimento, no qual o grupo foi dividido em rodas de bobinho.

Ambos serão titulares na formação do técnico Diego Aguirre, que só fará duas mudanças na escalação que venceu o Majestoso. Depois de cumprirem suspensão por acúmulo de cartões amarelos, o goleiro Sidão e o atacante Everton voltam nos lugares de Jean e Edimar - no clássico, Reinaldo atuou avançado, na posição de Everton, e fez dois gols.

A provável escalação do São Paulo tem: Sidão; Militão, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Liziero e Nenê; Rojas, Everton e Diego Souza. Apesar de estar negociado com o Porto, Militão segue treinando normalmente e deve ser titular nos quatro próximos jogos, os seus últimos pelo clube.

Por problemas físicos, ficam fora o zagueiro Rodrigo Caio, o volante Jucilei e o lateral-esquerdo Edimar, que torceu o tornozelo direito no clássico de sábado, além do lateral-direito Bruno Peres, que aprimora a forma física para estrear. Araruna, que cumpriu suspensão após ter sido expulso contra o Flamengo, fica à disposição, no banco de reservas.

O São Paulo viaja para Porto Alegre depois do treino da manhã desta quarta-feira, quase totalmente fechado à imprensa. Enfrenta o Grêmio às 19h30 desta quarta-feira e segue no Rio Grande do Sul até sexta-feira. Na sequência, vai direto para Belo Horizonte, onde encara o Cruzeiro, no domingo.

O Tricolor paulista ocupa a segunda colocação do Campeonato Brasileiro, com 29 pontos, somente um abaixo do Flamengo, dono da primeira posição. Se o Rubro-Negro carioca não derrotar o Santos, às 21h45 desta quarta-feira, na Vila Belmiro, o São Paulo assumirá a liderança se vencer o Grêmio, atualmente em sétimo lugar no torneio, com 23 pontos.

Esporte