PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Reforço de Copa', Sánchez pede a 7 e quer começar a treinar na segunda

24/07/2018 13h22

O Santos apresentou nesta terça-feira, em São Paulo, o volante Carlos Sánchez, de 33 anos. O uruguaio, que estava no Monterrey, do México, e chega com o status de ser o segundo "jogador de Copa do Mundo" contratado no segundo semestre - antes dele, quem chegou foi o meio-campista Bryan Ruiz, da Costa Rica. O atleta ainda tem algumas pendências a resolver no México, com o ex-clube, e retorna ao Brasil para se apresentar ao Peixe na segunda-feira.

- Muitos duvidaram que traríamos de fato os reforços de Copa do Mundo, até gente que está comigo, mas eles estão aí, foram contratados e hoje o Santos pode dizer que tem um meio-campo muito forte e era isso que buscávamos - ponderou o presidente.

- É um orgulho e estou muito feliz de estar aqui, me sinto emocionado, nunca me imaginei vir a uma equipe com tanta história, rodagem histórica muito boa. É um orgulho e espero estar à altura e ajudar de minha parte para conseguirmos coisas importantes e podermos sempre somar para o que seja. Estou muito feliz e tentarei aproveitar ao máximo a oportunidade - disse Sánchez, cujo número será escolhido pela torcia na internet. Entre a camisa 7 e a 13, ele deu seu pitaco.

- Quero ficar com a 7, sei que foi um número com história aqui no Santos, gosto desse número e, para mim, é a camisa escolhida.

Sánchez falou que não teve conhecimento de nenhum tipo de conversa de seus agentes com o rival Palmeiras e que, desde o começo, foi o Santos o escolhido. O volante assinou contrato por três temporadas e agradeceu ao clube pela confiança em seu futebol.

- Fiquei agradecido pela confiança, de cumprirem o que eu pedi. É sempre passo a passo, sem pensar longe. É somar, chegar da melhor maneira em cada partida, me preparar. Me sinto bem para cumprir a todas as expectativas do clube. Fisicamente estou muito bem, com muita vontade, pronto para quando me peçam. Parar faz bem para arrancar do zero, com novos objetivos. Me encontro com pleno, com muita vontade de jogar. Não dá para esperar muito. Quero começar logo a ajudar - explicou o jogador.

Antes de encerrar a sua entrevista de apresentação, o jogador ainda explicou detalhadamente em quais posições pode jogar no Santos. A tendência é que seja titular, assim como Bryan Ruiz, quando tiver apto a atuar.

- Posso jogar em qualquer posição no meio-campo à direita. Meio ou ponta como jogava no Uruguai. No Monterrey três volante e eu pela direita. Não tenho problema, vou jogar onde queiram. Vou dar o melhor em qualquer posição. Quero jogar em qualquer posição e ajudar a equipe - finalizou.

Esporte