PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Peres descarta estrangeiro no Santos; gerente tem dois nomes para técnico

23/07/2018 17h04

O Santos parece ter dois nomes na lista de prioridades para o cargo de técnico, após a demissão de Jair Ventura. Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, no CT Rei Pelé, o presidente José Carlos Peres descartou a contratação de um estrangeiro para o cargo e o gerente executivo de futebol do clube, Ricardo Gomes, ponderou já saber qual o caminho para a contratação de um substituto. Por enquanto, a única certeza é que Serginho Chulapa é quem comanda a equipe contra o Flamengo, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro.

Embora não tenha aberto na entrevista coletiva quem são os principais nomes em pauta, o LANCE! apurou que trata-se de Abel Braga e Zé Ricardo. O primeiro tem possibilidade remota de chegar, já que não tem a intenção de assumir um clube em 2018 e pretende continuar a morar no Rio de Janeiro. O segundo, por sua vez, está desempregado deste que deixou o Vasco.

- Tenho dois nomes brasileiros. Você citou bons nomes. É verdade que tem pendência com nomes estrangeiros. Estes que foram citados podem assumir qualquer time do mundo. Vale a pena encontrar um treinador com identidade - disse Ricardo Gomes.

Peres, por sua vez, foi bastante claro no perfil buscado para um novo técnico do Santos: gostaria de um estrangeiro, mas entende que neste momento precisa de alguém que dê uma resposta rápida. Por isso, descartou a possibilidade de contar com alguém vindo de fora do país, embora goste do que chamou de "modernidades".

- Quem me conhece sabe que eu gosto da modernidade. Quero fazer o Santos uma marca mais moderna. Técnico estrangeiro seria uma novidade, mas estamos numa fase da temporada com decisões já na quarta que vem (Cruzeiro, pela Copa do Brasil), tem Brasileirão, Libertadores. Então isso exige o nome de alguém que conheça melhor o futebol brasileiro - analisou.

- É bom ressaltar que um técnico estrangeiro seria uma boa pedida desde que tivéssemos no fim da temporada, para que tivesse um tempo de preparação - emendou o presidente.

Esporte