PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jair conta ter sido demitido do Santos pelo telefone, em ligação de executivo

23/07/2018 22h52

Uma ligação de Ricardo Gomes selou o destino de Jair Ventura no Santos nesta segunda-feira. O carioca de 39 anos foi demitido do cargo de treinador do Alvinegro por telefone, pelo gerente executivo de futebol do clube, sem ter contato direto com o presidente José Carlos Peres. O treinador garantiu que não foi pego de surpresa com a ligação.

- O Ricardo hoje me ligou pela manhã, dizendo que eu não seria mais o treinador do Santos. Foi simples assim, e assim aconteceu. Uma ligação do Ricardo Gomes. Não fui pego de surpresa, quando você opta em ser treinador de futebol tem de estar esperando sempre por esses momentos. Você quer trabalhar o maior tempo possível para realizar o melhor. Fizemos uma grande Libertadores, classificamos em primeiro, uma Copa do Brasil com uma goleada em que definimos o duelo na primeira partida. - disse Jair Ventura, ao Globoesporte.com.

O treinador deixa o clube com um retrospecto de pouco mais de 40% de aproveitamento, com 14 vitórias, 10 empates e 15 derrotas. Uma das maiores lamentações de Jair é não ter tido substitutos à altura de Lucas Lima e Ricardo Oliveira - o meia e o centroavante eram titulares do Santos na temporada passada. Recentemente, a diretoria selou a contratação do costarriquenho Bryan Ruiz, que não chegou a ser treinador por Jair.

- Agora, chegou uma contratação, um camisa 10 que não consegui usar. Fico à vontade para falar isso porque meu elenco não tem um 10, os próprios jogadores falam. O próprio Vecchio pede para jogar mais atrás, o Jean também, Cittadini também. E não temos o camisa 9 também para o lugar do Ricardo. Quem é o camisa 9? Sasha? Não. Gabriel é um camisa 9? Não. Você tem um menino... Estávamos começando agora a repor, mas infelizmente a direção optou por essa troca. Não aconteceu da maneira que esperávamos, mas vou estar sempre na torcida pelo Santos - completou.

Enquanto não contrata um substituto para Jair Ventura, o Santos terá Serginho Chulapa à frente do banco de reservas nesta quarta-feira, contra o Flamengo, na Vila Belmiro.

Esporte